Novidades para o transporte e perigo para mais de 15 mil empresas

Alerta vermelho para as empresas de courier e encomendas expressas e grandes novidades para o transporte, como as novas regras do ICMS e novos radares na Via Dutra

Dia de São Cristóvão: data para refletir
Dia do Transportador, ano de muito trabalho, Semana do Trânsito
Uma sangria de R$ 1,5 trilhão

Nesta semana, no Portal Transporta Brasil, alguns temas de destaque chamam a atenção do público interessado pelo transporte de cargas, de passageiros, e pela logística. No destaque principal, o Portal traz a notícia de que o Governo do Estado de São Paulo revogou a isenção do ICMS para as empresas de transporte de cargas.

Em pauta também a luta de mais de 15 mil empresas de encomendas expressas para não sumir do mapa: um julgamento do Supremo Tribunal Federal a respeito do monopólio postal poderá selar o destino destas empresas e de cerca de dois milhões de empregados, em uma briga entre os Correios e o segmento pelo mercado de entregas de pequenos volumes e documentos.

Sobre as restrições aos caminhões, o foco se volta desta vez ao Rio de Janeiro, onde as regras para a circulação de veículos de carga voltam a vigorar, revogando diversas liminares de empresas contra a proibição.

No transporte marítimo, o Brasil se une à ONU para combater o uso ilegal de contêineres e investimentos de grande monta elevam o Porto de Pecém ao rol dos maiores do País.

Nas rodovias, novidades para os que trafegam na Via Dutra: a partir de 8 de setembro, novos radares fixos passam a entrar em operação para fiscalizar a velocidade dos veículos. Confira os pontos de localização de cada radar aqui no Portal Transporta Brasil.

No transporte aéreo de passageiros, a americana Delta Airlines anuncia novas rotas para o Brasil.

E o Portal Transporta Brasil prepara uma novidade para seus leitores a partir da semana que vem. Aguardem novo conteúdo, de grande utilidade para o público dos transportes de cargas, passageiros e da logística.

Boa Leitura e uma ótima semana!

Leonardo Helou Doca de Andrade
Editor-Chefe

COMMENTS