Log-In cresce 70% em cabotagem ao disputar carga com caminhão

O serviço de navegação costeira, que inclui a cabotagem, teve alta de 35,1% em relação ao primeiro trimestre de 2008. Nos três primeiros meses de 2009 foram movimentados 26.747 TEUs, enquanto a produção em TEU-milha atingiu 37,2 milhões

Aeroporto de Brasília busca gestão preventiva na segurança operacional
Cargas especiais: Planejamento garante sucesso de entregas de peso
Delta vai transferir uma frequência para Brasília

A Log-In Logística Intermodal foca no mercado interno para superar a queda da movimentação de contêineres em seu terminal em Vila Velha. O presidente da companhia, Mauro Dias, afirmou que este ano a expectativa do crescimento da cabotagem é de 20%. Somente no primeiro trimestre deste ano, o aumento desse serviço foi de 70% em relação ao mesmo período do ano passado.

“O mercado interno está em crescimento, mesmo com a crise. Isso nos beneficia, pois as empresas buscam alternativas mais eficientes. Em grandes distâncias, a cabotagem tem frete 10% mais barato que o caminhão”, disse Dias.

O serviço de navegação costeira, que inclui a cabotagem, teve alta de 35,1% em relação ao primeiro trimestre de 2008. Nos três primeiros meses de 2009 foram movimentados 26.747 TEUs, enquanto a produção em TEU-milha atingiu 37,2 milhões, crescimento de 37,8%.

A receita bruta do serviço somou R$ 65,1 milhões, aumento de 55,4% sobre o primeiro trimestre de 2008, refletindo tanto o incremento de volumes nos serviços de cabotagem, alta de 71,6% e feeder, 57,3% superior, quanto a valorização do dólar norte-americano frente ao real.

Já a produção do Trem Expresso atingiu 248,8 milhões de TKU, 7,9% acima do registrado no primeiro trimestre de 2008, em função da movimentação de cargas em rotas mais longas e maior ocupação dos trens. A receita bruta somou R$ 21,9 milhões.

A movimentação de contêineres no Terminal de Vila Velha (TVV) gerou receita de R$ 15,8 milhões – 34,4% abaixo da verificada no primeiro trimestre de 2008. Tal resultado é explicado pela diminuição de 30,1% na movimentação de contêineres e menor participação de contêineres cheios nos três primeiros meses de 2009 (que representaram 64,1% do total movimentado) frente ao mesmo período do ano passado (68,5% do total movimentado).

No período, foram movimentados no TVV 45.375 TEUs ante 64-923 TEUs no primeiro trimestre do ano passado. A produtividade média na movimentação de contêineres no terminal foi de 45,5 movimentos/hora, ante 43,9 movimentos/hora de janeiro a março do ano passado.

A receita operacional bruta da Log-In no primeiro trimestre foi de R$ 119,4 milhões, crescimento de 26,3% em relação ao mesmo período do ano passado. As operações de navegação costeira totalizaram 54,5% da receita bruta no trimestre, as operações do Terminal de Vila Velha – TVV, no Espírito Santo, foram responsáveis por 26,5%, enquanto que as operações do Trem Expresso, responderam por 18,3%. Nos últimos doze meses, até março, a receita operacional bruta alcançou R$ 530,6 milhões.

A empresa registrou Ebtida ajustado de R$ 0,7 milhão impactado pelo pagamento aos empregados do resultado de 2008 no valor de R$ 7,5 milhões. Descontado este valor, o resultado seria R$ 8,2 milhões. O lucro bruto apresentou crescimento de 4%, atingindo R$ 13,2 milhões. O resultado líquido do trimestre apresentou um prejuízo de R$ 0,6 milhão este ano.

No primeiro trimestre, a Log-In apresentou prejuízo de R$ 582 mil ante um lucro de R$ 26,127 milhões no mesmo período do ano passado. O resultado negativo também pode ser explicado pelo pagamento da parcela de participação de resultados aos funcionários.

COMMENTS