Ferroeste pretende dobrar capacidade operacional

Companhia ferroviária quer investir R$ 10 milhões na aquisição de cinco locomotivas e 399 vagões

Ferroeste publica no edital de licitação para uso de áreas em Cascavel (PR)
Ferroeste publica edital para uso de lotes no terminal de Cascavel (PR)
Em recuperação, Ferroeste termina 2013 com o melhor faturamento dos últimos três anos

ferroeste-locomotivas-aquis

A Ferroeste, companhia ferroviária do Paraná, pretende, até o fim de 2015, ter a capacidade operacional dobrada com a compra de novos maquinários. A empresa pretende investir R$ 10 milhões na aquisição de cinco locomotivas e 399 vagões.

Segundo o presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin Araújo, a empresa se reestruturou nos últimos quatros anos, aumentando em mais de 40% a receita operacional, com medidas que deram maior produtividade e eficiência.

“A Ferroeste já investiu R$ 4 milhões em quatro anos, que foi 490% mais do que feito no quadriênio anterior. Agora pretendemos dar um salto maior, para dar suporte ao escoamento da safra paranaense”, disse.

Ele afirma que a receita operacional da empresa cresceu 131% neste trimestre comparado com o primeiro trimestre de 2011. De janeiro a março de 2011, a Ferroeste teve receita de R$ 2,28 milhões. Neste ano, a receita atingiu R$ 5,28 milhões.

COMMENTS