Volume de operações na Ferroeste apresenta alta de 26%

Resultado positivo corresponde ao exercício de 2014, quando foram movimentadas cerca de 770 mil toneladas de produtos

Peças e equipamentos da antiga RFFSA são doadas para a Ferroeste
Ferroeste registra crescimento de 33% na movimentação de contêineres
Volume de cargas frigorificadas movimentadas pela Ferroeste sobe quase 140%

ferroeste-06-14

A Ferroeste, operadora ferroviária com base no Estado do Paraná, encerrou 2014 com crescimento aumento de 26% nos volumes movimentados em relação a 2013.

Aproximadamente 770 mil toneladas foram movimentadas, sendo 39,7% grãos e congelados destinados ao mercado de exportação. Cerca de vinte mil vagões foram carregados e transportados no ano passado.

Em nota, a empresa afirmou que o bom resultado se deve ao esforço de buscar melhora das operações, o que inclui a aquisição de novas locomotivas, definição de novos fluxos ferroviários e redução do ciclo de vagões.
As importações de cimento, combustíveis e fertilizantes representaram 32% das cargas transportadas e 28,3% do volume correspondeu ao fluxo interno exclusivo entre Cascavel e Guarapuava.

O faturamento da empresa também cresceu. Quando comparado com os números de 2013, a receita foi superior em 24%, cerca de R$ 15,2 milhões. O melhor resultado dos últimos quatro anos.

Os principais produtos movimentados em 2014 foram soja a granel (31%), contêineres frigorificados (22%), cimento (13,5%), milho (11%), combustíveis (7,5%), fertilizantes (10%) e óleo vegetal (3%).

A média histórica de movimentação dos contêineres da Ferroeste era de 200 unidades mensais. Com a implantação do terminal de congelados da Cotriguaçu, em Cascavel, o volume de contêineres transportados aumentou em quatro vezes.

COMMENTS