Complexo Intermodal de Rondonópolis (MT) completa um ano em operação

Complexo Intermodal de Rondonópolis (MT) completa um ano em operação

Unidade movimentou mais de oito milhões de toneladas de grãos; principais produtos escoados são a soja em grãos e o milho

ALL é condenada pela Justiça do Trabalho por dano moral coletivo
ALL prioriza produtividade e busca cargas de varejo
ALL termina 2011 com geração de caixa de R$ 1,5 bi

rondonopolis-terminal-carga

O Complexo Intermodal de Rondonópolis (MT) completou no mês de setembro este mês um ano de inauguração. Pelo terminal ferroviário já foram movimentados mais de oito milhões de toneladas de grãos. Estima-se que para os próximos anos esse número supere 10 milhões de toneladas.

Os principais produtos escoados são a soja em grãos e o milho, e juntos representam 90% da movimentação no local. O farelo de soja corresponde aos outros 10%. Toda essa mercadoria é destinada à exportação via Porto de Santos (SP).

Em média, partem todos os dias seis trens carregados com mercadoria oriunda basicamente da região norte do Mato Grosso.

Após a utilização da linha férrea, a companhia ALL – America Latina Logística passou a operar com 70% a mais de produtividade em Mato Grosso. A operação local conta com sete tombadores e capacidade estática de armazenagem de 60 mil toneladas de grãos.

Segundo o gerente de Terminais em Mato Grosso, Ivandro Paim, o terminal está operando com 100% da sua capacidade.

Além do terminal da ALL, também opera no centro a Noble e a Brado Logística, subsidiária da ALL. A unidade já gerou cerca de 300 empregos diretos e mais de mil empregos indiretos.

COMMENTS