Brado Logística se organiza para atender ao novo marco regulatório ferroviário

Segundo o gerente comercial intermodal da empresa, Theo Camurça, a companhia já está pronta para atuar conforme as novas regras

ALL amplia contratação de pessoas com deficiência
Terminal de Rondonópolis (MT) poderá movimentar dez milhões de toneladas de grãos em 2014
ALL vai importar combustível pelo Porto de Paranaguá

A Brado Logística, empresa criada em abril deste ano a partir da parceria entre a ALL e Standard Logística, participou do Seminário Concessão de Ferrovias, realizado em São Paulo. Durante o evento, o gerente comercial intermodal da Brado Logística, Theo Camurça, afirmou que a companhia já está pronta para atuar conforme as exigências do novo marco regulatório ferroviário.

Também foi anunciado que até abril de 2012, serão realizados investimentos de R$ 150 milhões em vagões e locomotivas, ampliação de unidades, terminais e compra de equipamentos em geral.

Dirigentes da empresa já deram andamento ao processo de aquisição de vagões e locomotivas. No segmento de ativos rodantes, o que se destaca é a possível implementação de vagões long-stack, no corredor Mato Grosso – Santos, por onde irão passar metade das mercadorias e onde estão os Terminais de carga e descarga da nova operadora logística.

A Brado tem como meta conquistar aproximadamente 12% a 15% do mercado de contêineres dentro de cinco anos. Atualmente, a Brado é responsável por 2,5% das operações conteinerizadas via ferrovia do Brasil.

“A missão da Brado é ser a melhor operadora logística intermodal rodoferroviária da América Latina. É bacana ver a reação de nossos clientes, de fora para dentro. Estamos conseguindo suprir as necessidades do cliente e perceber como nosso crescimento tem sido positivo. A Brado une o poder da ferrovia com a sinergia de serviços. Estamos preparados para atuar dentro das normas do novo marco regulatório”, comenta Camurça.

COMMENTS