MAN Latin America ultrapassa marca de 100 mil unidades exportadas

MAN Latin America ultrapassa marca de 100 mil unidades exportadas

Argentina é o maior mercado de exportação da montadora, com mais de 25 mil veículos comercializados

Governo da Argentina rescinde contratos de concessão da ALL e reestatiza ferrovias
MAN recebe encarroçadores argentinos em Resende (RJ)
Hamburg Süd oferece serviço de importação da África do Sul para Argentina e Brasil

A MAN Latin America, fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen e caminhões MAN, acaba de alcançar a marca de 100 mil veículos exportados em 31 anos de operação. Só nos últimos dez anos, a montadora exportou mais de 76 mil caminhões e ônibus Volkswagen.

Trinta e cinco unidades dos caminhões VW 11.130 e 13.130 enviadas ao Paraguai e ao Chile em 1981 marcaram o início das exportações da MAN Latin America. Nesta época, a fabricação dos veículos era feita na Fábrica 4, em São Bernardo do Campo (SP). Em 1º de novembro de 1996, após um curto período de produção na unidade do Ipiranga em São Paulo (SP), a cidade de Resende (RJ) passou a sediar as Operações de Caminhões e Ônibus Volkswagen. Lá são fabricados os cerca de 100 modelos Volkswagen enviados a mais de 30 países da América Latina, África e Oriente Médio, além dos MAN TGX destinados ao mercado brasileiro.

Além de fabricar caminhões e ônibus no Brasil, a MAN Latin America possui fábrica em Querétaro, no México, e exporta kits de modelos com direção do lado direito para a fábrica da MAN Truck and Bus em Pinetown, na África do Sul.

Em toda a história da montadora, os modelos mais exportados foram os caminhões VW Worker 17.220, com mais de 12 mil unidades vendidas, e VW Worker 9.150, com mais de 6 mil veículos comercializados. Nos ônibus, com também aproximadamente 6 mil unidades vendidas, o destaque vai para o Volksbus 17.210 OD, sendo seu principal mercado o Equador.

A Argentina é o maior mercado de exportação da MAN. O importador Volkswagen Camiones y Buses, localizada na cidade de General Pacheco, na província de Buenos Aires, já comercializou mais de 25 mil veículos.

COMMENTS