Ponte vai ser alternativa ao pedágio na 101

A estrutura deve ser erguida sobre o Rio Cubatão, como opção de acesso ao Centro da cidade para os moradores de bairros ao sul do ponto de cobrança da tarifa, no Km 221

Incorporação de empresas aéreas pela VRG está no Diário Oficial
Número de radares em rodovias federais deve aumentar 8 vezes até 2015
Operação de Itapoá será antecipada

Prefeitura de Palhoça e concessionária acertam a construçãoA prefeitura de Palhoça, na Grande Florianópolis, e a concessionária espanhola OHL, que administra o trecho Norte da BR-101 em Santa Catarina, iniciaram ontem os acertos para a construção de uma via alternativa à praça de pedágio instalada no município.

A estrutura deve ser erguida sobre o Rio Cubatão, como opção de acesso ao Centro da cidade para os moradores de bairros ao sul do ponto de cobrança da tarifa, no Km 221. O anúncio foi feito pela senadora Ideli Salvatti, que acompanhou a audiência entre o prefeito Ronério Heiderscheidt, o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo e representantes da administradora da rodovia, em Brasília.

Ideli afirmou que a OHL se comprometeu a custear a obra, orçada em cerca de R$ 5 milhões. Os critérios para a construção da ponte já começaram a ser definidos na reunião. A passagem deve ser restrita a veículos leves e conter uma passarela para pedestres e bicicletas.

– O objetivo é construir uma alternativa para os moradores da região, em virtude da praça de pedágio ficar próximo à cabeceira da única ponte que dá acesso ao Centro da cidade – completou Ideli, que lembrou que não é uma obrigação da OHL construir o novo acesso.

Passarela e iluminação devem ser feitas na região – Em março, Heiderscheidt havia anunciado a construção de uma ponte na via do Bairro Guarda do Cubatão, com recursos da prefeitura, para que os moradores tivessem uma alternativa ao pagamento.

Segundo a senadora, os moradores que vivem ao sul do Rio Cubatão devem ser isentos da cobrança até que a construção da nova passagem seja finalizada. Entre os dias 15 e 31 de julho a prefeitura deve cadastrar os moradores.

Na audiência, o prefeito de Palhoça reforçou o pedido em um relatório apresentado.

Além da construção da nova ponte, serão necessárias adequações nas principais vias de acesso aos bairros Aririú da Formiga e Guarda do Cubatão, interferindo no cronograma de duplicação do trecho Sul da rodovia no município. Estão previstas a construção de uma passagem sob a BR-101 e a instalação de passarelas e iluminação adequada.

COMMENTS