Ponte vai ser alternativa ao pedágio na 101

A estrutura deve ser erguida sobre o Rio Cubatão, como opção de acesso ao Centro da cidade para os moradores de bairros ao sul do ponto de cobrança da tarifa, no Km 221

Air France-KLM planeja afastar 3 mil em 2 anos
Ferroeste coordenará Fórum de Integração Logística Sul-americana
Resposta do Instituto Ethos à Petrobras: Ethos lamenta decisão da Petrobras

Prefeitura de Palhoça e concessionária acertam a construçãoA prefeitura de Palhoça, na Grande Florianópolis, e a concessionária espanhola OHL, que administra o trecho Norte da BR-101 em Santa Catarina, iniciaram ontem os acertos para a construção de uma via alternativa à praça de pedágio instalada no município.

A estrutura deve ser erguida sobre o Rio Cubatão, como opção de acesso ao Centro da cidade para os moradores de bairros ao sul do ponto de cobrança da tarifa, no Km 221. O anúncio foi feito pela senadora Ideli Salvatti, que acompanhou a audiência entre o prefeito Ronério Heiderscheidt, o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo e representantes da administradora da rodovia, em Brasília.

Ideli afirmou que a OHL se comprometeu a custear a obra, orçada em cerca de R$ 5 milhões. Os critérios para a construção da ponte já começaram a ser definidos na reunião. A passagem deve ser restrita a veículos leves e conter uma passarela para pedestres e bicicletas.

– O objetivo é construir uma alternativa para os moradores da região, em virtude da praça de pedágio ficar próximo à cabeceira da única ponte que dá acesso ao Centro da cidade – completou Ideli, que lembrou que não é uma obrigação da OHL construir o novo acesso.

Passarela e iluminação devem ser feitas na região – Em março, Heiderscheidt havia anunciado a construção de uma ponte na via do Bairro Guarda do Cubatão, com recursos da prefeitura, para que os moradores tivessem uma alternativa ao pagamento.

Segundo a senadora, os moradores que vivem ao sul do Rio Cubatão devem ser isentos da cobrança até que a construção da nova passagem seja finalizada. Entre os dias 15 e 31 de julho a prefeitura deve cadastrar os moradores.

Na audiência, o prefeito de Palhoça reforçou o pedido em um relatório apresentado.

Além da construção da nova ponte, serão necessárias adequações nas principais vias de acesso aos bairros Aririú da Formiga e Guarda do Cubatão, interferindo no cronograma de duplicação do trecho Sul da rodovia no município. Estão previstas a construção de uma passagem sob a BR-101 e a instalação de passarelas e iluminação adequada.

COMMENTS