Exportadores reduzem os embarques

A Opep, responsável por cerca de 40% da oferta mundial de petróleo, embarcou ou vai embarcar cerca de 22,1 milhões de barris/dia nessas quatro semanas, em relação aos 22,29 milhões de b/d do mês encerrado a 18 de abril, disse a Oil Movements em relatório

Etanol reduz em 73% emissões de CO2
Expresso Araçatuba reduz custos com uma nova rota na Bolívia
Álcool já é encontrado a menos de R$ 1

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) reduziu as remessas de óleo bruto em 0,9% no atual período de quatro semanas a encerrar-se em 16 de maio, num momento em que o grupo corta a produção e a demanda cai, segundo a empresa monitoradora de petroleiros Oil Movements.

A Opep, responsável por cerca de 40% da oferta mundial de petróleo, embarcou ou vai embarcar cerca de 22,1 milhões de barris/dia nessas quatro semanas, em relação aos 22,29 milhões de b/d do mês encerrado a 18 de abril, disse a Oil Movements em relatório.

A diminuição reflete o enfraquecimento sazonal da demanda e a queda da produção, disse a empresa. “Eles estão diminuindo, mas muito devagar”, disse Roy Mason, fundador da Oil Movements, por telefone a partir de Halifax, na Inglaterra. “Não consigo ver muita diferença entre a situação de agora e a situação de quando a Opep tomou sua última decisão, em março”, acrescentou.

O grupo produtor concordou em março em manter as cotas de oferta inalteradas, enquanto os países-membros implementavam as reduções recorde aprovadas no ano passado. A Opep aprovou um corte total da produção de 4,2 milhões de b/d em 2008 para estancar a queda vertical dos preços. O grupo voltará a se reunir em Viena no dia 28 de maio para analisar as metas de produção.

Os embarques de petróleo bruto do Oriente Médio vão cair 0,9%, para 16,01 milhões de b/d, nas quatro semanas a se encerrarem a 16 de maio, disse a Oil Movements. Um total de 422,44 milhões de barris estará a bordo dos petroleiro no dia 16 de maio, volume 6% inferior ao do mês de abril, quando foram embarcados 449,3 milhões de barris.

“Os estoques em trânsito estão caindo ao mesmo tempo em que sobem os estoques armazenados”, disse Mason. “A diminuição que teria que ter ocorrido no petróleo em trânsito está aparecendo na armazenagem.” A Oil Movements associa relatórios das corretoras de frete marítimo sobre locação de petroleiros aos seus modelos matemáticos próprios para calcular o volume de petróleo bruto remetido.

COMMENTS