Cosan vende área de combustível de aviação à Shell

A subsidiária comprada pela Shell pertenceu à Esso até abril do ano passado, época em que a empresa foi vendida à Cosan

Petrobras faz mais um leilão de gás natural com regras diferenciadas
ANAC proíbe vôos da empresa de táxi-aéreo NHR por falta de segurança operacional
Crescimento da aviação regional pode dar novo fôlego à Embraer, diz Lula

A Shell Brasil confirmou ao mercado, ontem, ter adquirido por R$ 150 milhões o negócio de combustíveis de aviação do Grupo Cosan. A subsidiária comprada pela Shell pertenceu à Esso até abril do ano passado, época em que a empresa foi vendida à Cosan. Para o presidente da Shell, Vasco Dias, o negócio deve fortalecer a posição do braço Shell Aviation no mercado brasileiro. “Esse investimento, especialmente por ocorrer em um ano de crise econômica, reforça o nosso compromisso com o País”, disse, em comunicado.

A Cosan, uma das principais companhias do setor sucroalcooleiro do País, explicou que a venda foi motivada pelo fato de a venda de combustível de aviação não ser um dos negócios prioritários. Ainda segundo a Cosan, dentro de 30 dias os trâmites da transação devem ser finalizados.

“Com a venda deste ativo, além de aumentar sua liquidez, a Cosan mantém a estratégia de focar os investimentos nas principais atividades de seu modelo de negócios”, colocou, em nota, Marcelo Eduardo Martins, diretor de Relações com Investidores da Cosan.

Com a aquisição, a Shell Aviation reforçará sua atuação em pelo menos sete dos principais aeroportos brasileiros. Em 2008, a companhia comercializou cerca de 1,6 bilhão de litros de combustível em mais de 50 aeroportos espalhados pelo País. (Fabíola Binas/ Agências – DCI)

Link para a matéria

COMMENTS