FedEx ajuda a indústria têxtil a desfilar no mercado global da moda

Patrocinadora do Fashion Business, FedEx apresentará três estilistas globais que farão desfiles especiais para mostrar suas criações, exportadas via FedEx

Governo promete mais subsídios ao trem veloz
Paralisação do Detran-PE afeta 13 mil
Licença para duplicação da ‘364’ está a cargo da Sema (MT)

O estímulo ao desenvolvimento da moda global e o acesso dos mercados às criações de estilistas de diferentes países dão o tom da participação da FedEx Express no Fashion Rio, principal evento carioca dentro do segmento e um dos mais influentes do mundo. A empresa convidou para o evento três estilistas globais que usam os seus serviços para e terá um lounge no Fashion Business, maior bolsa de negócios da moda brasileira.

A iniciativa atende a vocação da FedEx Express tanto para trabalhar com o mercado têxtil e de moda como para ser parceira das pequenas e médias empresas. O estilista de Cingapura, Ashley Isham, o indiano Rajesh Pratap Singh e a brasileira Fabíola Molina farão desfiles especiais no Rio Fashion Business, para mostrar as criações que fazem sucesso no mercado mundial, além de testemunhar a conveniência da exportação via FedEx. Como parte de seus esforços, em março a empresa será representada no Lakeme Fashion Week, realizada em Mumbai, na Índia.

A entrega expressa do mundo da moda impõe desafios importantes para área de logística. A FedEX tem soluções customizadas para  o envio de peças para as lojas e distribuidores, que exigem além da rapidez, o controle rígido das remessas e muito cuidado na hora de definir o planejamento que levará os artigos aos seus destinos, nos mais de 220 paises atendidos pela empresa.

Para o diretor de Marketing e Comunicação da FedEx Express para América Latina e Caribe, Guilherme Gatti, além das condições econômicas, existem outros aspectos que dificultam a globalização da indústria da moda como os custos de produção, taxas de moeda flutuante, a falta de financiamento e questões trabalhistas.

“Para superar esses desafios do abastecimento, soluções de transporte eficientes, que incluem a verificação da documentação e desembaraço fiscal nos países de destino, proporcionando a entrega das mercadorias de porta a porta com o prazo de um a três dias úteis”, diz Gatti. Procuramos com este programa nos aproximar dos pólos de criação e produção da indústria têxtil e de moda, reforçando o compromisso da FedEx em oferecer a empreendedores locais, as melhores soluções de acesso a mercados e consumidores globais”.

A atleta, empresária e estilista Fabíola Molina, que exporta sua moda praia para o mundo inteiro com a FedEx Express desde 2007, elogia a praticidade de serviços como o International Priority®.

“A FedEx foi um divisor de águas para a nossa empresa, oferecendo soluções UE nos capacita a crescer internacionalmente.  Hoje, cerca de 35% da nossa produção é exportada para países como Estados Unidos, França, Suécia, Alemanha, Noruega, Suíça, Islândia, Austrália, Nova Zelândia, Eslováquia, África do Sul, além do Canadá, Grécia, Itália, Dinamarca e Nova Caledônia”, conta Fabiola.

Estilistas como Ashley Isham, Rajesh Pratap Singh e Fabíola Molina experimentam um aumento na demanda de seus negócios, resultado da intensa movimentação dos mercados e da queda de exportações chinesas. A moda é um dos mercados que precisam de acesso imediato, pois os artigos tem tempo de vida curto, ja que variam a cada estação.

“As novas tendências devem passar pelas cadeias produtivas e alcançar os consumidores numa velocidade expressa, ou se tornam ultrapassadas. Isso ressalta a importância de poder contar com uma empresa que possa garantir entregas rápidas e eficientes para qualquer cliente, em qualquer parte do mundo” diz Gatti.

COMMENTS