Licitação para Corredor Guarulhos – São Paulo tem 9 concorrentes

A concepção do Corredor, que terá 34 Km de extensão, privilegia a via totalmente exclusiva para ônibus (sem interferência do tráfego geral). Atenderá principalmente o município de Guarulhos, a segunda maior concentração populacional do Estado de São Paulo, com mais de um milhão de habitantes e que, atualmente, não conta com sistema estruturado de transporte

Whirlpool Latin America ganha habilitação para acelerar despacho alfandegário
ANTAQ abre audiência pública sobre afretamento de embarcação
Porto de Paranaguá (PR) atinge recorde de caminhões no Pátio de Triagem

Nove concorrentes disputam a licitação de projetos para o Corredor Metropolitano Guarulhos – São Paulo. Os envelopes contendo as propostas de preços foram entregues e abertos em sessão pública realizada na sexta-feira passada (14/11) na unidade da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU/SP, em São Bernardo do Campo.

Os concorrentes são: Consórcio MHS & CR, Consórcio ATP/Fernandes e Terruggi, Trends Engenharia e Tecnologia LTDA, Enerconsult S.A., Consórcio LENC-Concremat, Encibra S.A. Estudos e Projetos de Engenharia, Consórcio Projeto Corredor Guarulhos, Consórcio Metropolitano Geométrica – Logit, e Consórcio Transporte Metropolitano. O projeto faz parte do Plano de Expansão do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, que investirá R$ 19 bilhões no setor.

A concorrência nº 06/2008 visa à contratação da empresa que desenvolverá o projeto funcional dos três trechos (1º: Taboão a Tucuruvi; 2º: Taboão a São João; 3º: Vila Endres a Penha) do Corredor Metropolitano Guarulhos – São Paulo e os projetos básico e executivo para o primeiro trecho.

As propostas de preços serão analisadas pela comissão especial julgadora da EMTU/SP e a decisão quanto à classificação dos preços será publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo – Caderno Empresarial. Na ocasião, também foram recebidos os envelopes com os documentos de habilitação dos concorrentes, cuja abertura ocorrerá em nova sessão pública, em data a ser definida. Em todas as etapas da concorrência há um prazo em que as empresas podem entrar com recurso. A etapa final consiste na homologação do resultado da concorrência e adjudicação da empresa vencedora.

A concepção do Corredor, que terá 34 Km de extensão, privilegia a via totalmente exclusiva para ônibus (sem interferência do tráfego geral). Atenderá principalmente o município de Guarulhos, a segunda maior concentração populacional do Estado de São Paulo, com mais de um milhão de habitantes e que, atualmente, não conta com sistema estruturado de transporte. Os estudos iniciais indicaram o transporte diário de 140 mil passageiros. No entanto, este número será revisto nas avaliações que serão feitas pela empresa que vencer a concorrência pública. As obras, que devem começar no segundo semestre de 2009, representam um investimento de R$ 400 milhões.

COMMENTS