VW apresenta novo câmbio automatizado

A característica do V-Tronic é a facilidade para o motorista no trânsito Brasileiro

Aprovado incentivo para comércio de veículos entre países do Mercosul
2009 será diferente para a Volvo
Varig volta à Europa e aos EUA

BRASÍLIA, 20 de agosto de 2008 – A Volkswagen Caminhões e Ônibus apresentou ontem, em Brasília, uma nova transmissão para seus ônibus. O sistema V-Tronic é um equipamento com câmbio de acionamento mecânico, mas sem alavanca de mudança de marchas e sem o pedal de embreagem. Fica entre o câmbio manual e o automático.

Segundo o presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes, a característica do V-Tronic é a facilidade para o motorista no trânsito Brasileiro. “A principal vantagem é que confere mais conforto ao motorista e aos passageiros. Além de ser um sistema automatizado, gera economia de combustível e nos freios”, explica o presidente.

A meta da empresa é a de vender 20% de seus ônibus com essa transmissão em 2009 e ir aumentando esse percentual nos próximos anos. “Vendemos dez mil ônibus por ano e pretendemos chegar a 2 mil com essa transmissão”, revelou Cortes. Hoje os ônibus da Volkswagen respondem por 29,4% do mercado brasileiro, segundo dados da própria empresa que em 2007 detinha uma fatia de 27,9% das vendas de ônibus no país.

Vantagens

Os dados da empresa mostram que a transmissão encarece o preço final dos ônibus entre 5% e 8%, em relação ao câmbio manual, mas está abaixo dos 15% que o produto tem de acréscimo com o câmbio automático. “O investimento se paga em um ano para o frotista”, disse o presidente da VW Caminhões.

O sistema foi desenvolvido pela Volkswagen Caminhões e Ônibus em parceria com a alemã ZF Transmissões. O sistema controla as mudanças de marcha de acordo com a condição de peso do veículo, inclinação do piso, posição do pedal do acelerador e acionamento da embreagem de forma eletrônica.

A empresa informou que os modelos que são produzidos na fábrica da empresa em Resende, no Rio de Janeiro, foram testados pela montadora em algumas capitais brasileiras em condições climáticas diferentes, como o calor de Recife e o frio de Curitiba. Também experimentaram os congestionamentos recordes de São Paulo e as exigências do relevo de Belo Horizonte.

A apresentação dos novos ônibus V-Tronic ocorreu durante o Seminário da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos que começou ontem, em Brasília, e se encerra hoje.

O câmbio automatizado também já equipa alguns carros vendidos no mercado nacional, como a minivan Meriva. O sistema não é tão bom quanto a transmissão automática, mas torna a direção mais confortável, principalmente, em cidades muito congestionandas, diminuindo o esforço dos motoristas nas trocadas constantes de marchas. (Rivadavia Severo – Gazeta Mercantil)

Link para a matéria

COMMENTS