Exportações brasileiras terão queda de US$ 40 bilhões como reflexo da crise mundial, diz secretário

Para o secretário, as exportações brasileiras sofrem o reflexo da diminuição da demanda global

CNJ apresenta sistema online de restrição de veículos
Petrobras vai priorizar áreas já em produção
DER finaliza obras de recuperação da PRC-163, no Sudoeste do Estado

A crise mundial deve ser responsável por uma queda de aproximadamente US$ 40 bilhões nas exportações brasileiras, em relação a 2008. A análise foi feita hoje (1º) pelo secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Welber Barral.

Ele acredita que o resultado, ao fim do ano, deve ficar abaixo, inclusive, dos US$ 160 bilhões previstos pela equipe do ministério anteriormente – o mesmo patamar atingido em 2007. O valor deve ficar em torno de US$ 158 bilhões, 20% menor que os US$ 198 bilhões registrados em 2008. Segundo Barral, o país levará ainda dois ou três anos para recuperar o volume de exportações do ano passado.

Para o secretário, as exportações brasileiras sofrem o reflexo da diminuição da demanda global. “A demanda interna vai muito bem. O problema é que os outros países não estão se recuperando no mesmo ritmo do Brasil”, afirmou.

COMMENTS