Governo Federal anuncia incentivos fiscais de R$ 19,3 bi para a indústria automotiva

Governo Federal anuncia incentivos fiscais de R$ 19,3 bi para a indústria automotiva

Produção de veículos no Brasil cai 14,9% em julho
Produção e licenciamento de caminhões mostram queda em junho
Brasil produziu quase 12 mil caminhões em abril

O ano de 2024 será marcado como o do anúncio do maior ciclo de investimentos da história da indústria automotiva brasileira, segundo a Anfavea, associação que representa os fabricantes de veículos, e o governo federal. Os números de investimentos até 2029 somam R$ 100 bilhões em novas fábricas, novos produtos, tecnologias da descarbonização e incentivos fiscais.

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, participou nesta manhã da entrevista coletiva de imprensa da Anfavea para anunciar a assinatura da Medida Provisória que cria o Mover, programa de incentivos à indústria. “Estamos estudando a criação de um programa de renovação de frota permanente para caminhões e ônibus e o presidente Lula acaba de assinar uma MP que vai viabilizar investimentos grandes nas tecnologias verdes e na descarbonização da mobilidade em veículos eletrificados e que usem energias alternativas”, disse Alckmin.

Incentivos para a indústria de caminhões e ônibus

A MP assinada pelo Presidente da República Luís Inácio Lula da Silva nesta semana vai viabilizar incentivos fiscais da ordem de R$ 19,3 bilhões por meio do programa Mover (Mobilidade Verde e Inovação). Segundo o governo federal, os recursos serão liberados ao longo dos próximos anos até 2028 e servirão para incentivar a produção de carros e ônibus eletrificados, além de investimentos em pesquisa e desenvolvimento de veículos que tenham alguma característica “verde”, ou seja, movidos a energias alternativas, como etanol, biocombustíveis, eletricidade e outros.

Perguntado sobre a participação dos caminhões no programa, o representante dos fabricantes destacou: “A indústria de caminhões tem sido foco de grandes conversas da Anfavea e dos fabricantes com o governo brasileiro em diversas áreas, tanto em termos de financiamentos, BNDES, atendimento ao cliente, e principalmente em relação às novas tecnologias. O programa Mover traz em sua essência mecanismos para o estímulo à produção dos caminhões, para a inovação na tecnologia dos caminhões e dos veículos pesados de forma geral. O Mover igualmente trabalha com foco muito grande na evolução dos pesados”, disse o presidente da Anfavea Márcio de Lima Leite à reportagem do Transporta Brasil na coletiva de imprensa nesta manhã.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

Clique aqui para assistir a vídeos sobre transporte todos os dias na TV Transporta Brasil

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS