APM Terminals investe R$ 54,5 milhões em equipamentos para operações no Porto do Pecém (CE)

Guindastes para contêineres atenderão principalmente a CSP (Companhia Siderúrgica do Pecém)

ALL quer entrada de sócio-investidor na Brado até o fim do ano
Portonave (SC) bate recorde de movimentação entre os portos do Sul
MRS aumenta transporte por contêiner em 34%

porto-pecem-berco

A operadora holandesa APM Terminals investirá R$ 54,5 milhões até o fim deste ano em guindastes para contêineres e outros equipamentos para atender demandas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CE).

O maquinário atenderá principalmente a CSP (Companhia Siderúrgica do Pecém). O investimento faz parte de um montante estimado em US$ 4 bilhões aplicados no País.

“A capacidade total é de 212 mil TEUs/ano e vai aumentar para 480 mil TEUs/ano”, explicou o diretor de Desenvolvimento de Novos Negócios Brasil da APM Terminals, Bart Wiersum. Os equipamentos devem chegar no final deste ano e começam a funcionar no segundo trimestre de 2015, conforme prospecta o executivo.

A empresa ainda atua em mais dois portos marítimos no Brasil, em Santos (SP) e em Itajaí (SC). Além de operar em mais cinco áreas retroportuárias, onde são depositadas mercadorias importadas ou para exportação.

Para os próximos dez anos, a companhia pretende investir cerca de US$ 2 bilhões a até US$ 4 bilhões no Brasil, porém, Bart não revelou quanto deste montante será investido no Ceará ou Nordeste.

COMMENTS