DHL dá suporte a corrida mundial de embarcações

Prova passa pelo Brasil em abril de 2012

Paranaense é o vencedor da 23ª Gincana do Caminhoneiro
Competição Melhor Motorista de Caminhão do Brasil já tem dois finalistas
Terceira etapa da 23ª Gincana do Caminhoneiro classifica mais três para a final

A DHL, empresa de logística presente em mais de 220 países, é parceira da principal corrida mundial de embarcações, a 11ª Volvo Ocean Race. São 152 contêineres transportados com equipamento de ponta para as tripulações e de pavilhões para visitantes às dez Vilas da Corrida, em uma rota de 72 mil quilômetros de extensão, bem como o suprimento imediato de peças de reposição em caso de emergência.

A única etapa brasileira da prova será realizada em abril de 2012, e a cidade de Itajaí (SC) foi a escolhida. Os competidores devem começar a chegar por volta de 4 de abril, provenientes de Auckland e a saída para Miami está prevista para 22 de abril.

“Nossos procedimentos são monitorados a partir de um centro de controle internacional,  especialmente estabelecido para o evento. Garantimos que nenhum percalço comprometa a corrida, fornecendo aos organizadores, equipes e parceiros nossa linha completa de serviços de logística. A partir do ponto inicial em Alicante, Espanha, até o final, em Galway, Irlanda (de 29 de outubro de 2011 a 8 de julho de 2012), a DHL fica responsável pelo transporte aéreo, marítimo e terrestre de equipamentos de alto valor”, afirmou Reinier Vens, Diretor de Projeto da DHL para a Volvo Ocean Race.

Para cada equipe a DHL transporta dois conjuntos idênticos de contêineres marítimos de 40 pés, com um volume de 67 metros cúbicos, incluindo ferramentas, kits de coletes salva-vidas e conjuntos de correias de elevação de bote, seguindo o princípio de envio alternado. Enquanto as equipes usam o conteúdo do contêiner A na primeira etapa, a empresa já envia o contêiner B para a próxima escala.

Além dos contêineres marítimos, a DHL transporta outros 20 por equipe por via aérea. Para cobrir as emergências, um armazém de peças de reposição foi estabelecido no aeroporto de Amsterdã, na Holanda, permitindo à DHL mover, rapidamente, mercadorias de grande porte, como mastros de até 33 m de altura, para qualquer destino ao redor do mundo.

COMMENTS