Queiroz Galvão traz ao Brasil navio-sonda para operações no pré-sal

Navio-sonda Amaralina Star será afretado à Petrobras e poderá operar em poços de até 12.000 metros de profundidade

Rodovia em Mato Grosso tem diesel mais caro do Brasil
Volvo amplia a frota de ônibus híbridos na Suécia
Petrobras e Governo do RN assinam acordo para produção de biodiesel

O Grupo Queiroz Galvão trouxe ao Brasil, o navio-sonda Amaralina Star, que será fretado para uso da Petrobras em operações de prospecção de petróleo e gás na região do pré-sal. A unidade foi projetada para operar em águas ultraprofundas, em lâminas d’água de até 3.000 metros e poços de até 12.000 metros de profundidade.

O Amaralina Star foi construído pelo estaleiro Samsung Heavy Industries, localizado na Coreia do Sul, assim como o navio-sonda Laguna Star, atualmente em construção.

As duas unidades estão afretadas para a Petrobras em um contrato de seis anos de duração, com opção de renovação por mais seis anos. Os serviços de perfuração serão de responsabilidade da Queiroz Galvão Óleo e Gás S/A.

COMMENTS