Automação dos 22 gates do TECONDI no Porto de Santos começa esta semana

São 20 pórticos de reconhecimento de caminhões e dois para trens que passarão a ser monitorados em tempo real. Sistema monitora o tráfego com imagens e é capaz de detectar um contêiner avariado e apontar a necessidade de inspeção

Grupo Libra investe na automatização dos terminais portuários de Santos (SP) e Rio de Janeiro
Búfalo investe R$ 12 mi em centro de distribuição automatizado
Cascadia estreia automação nível 2

As obras para instalação dos equipamentos de automatização dos 22 gates do terminal de contêineres, TECONDI, no Porto de Santos (SP), por meio do sistema de OCR (Optical Character Recognition – Reconhecimento Ótico de Caracteres), começam esta semana, segundo a HTS, empresa de tecnologia que vai implementar as alterações. São 20 pórticos de reconhecimento de caminhões e dois para trens que passarão a ser monitorados em tempo real sem intervenção humana.

A HTS Brasil importou os equipamentos de Israel durante o mês de agosto. Todos os gates deverão estar concluídos até o fim do ano.

O sistema da automatizado reconhece a placa do caminhão, o número do contêiner e, em seguida, transmite a informação. De acordo com Paulo Vaz, gerente de tecnologia da informação do TECONDI, o sistema monitora o tráfego com imagens e é capaz de detectar, por exemplo, um contêiner avariado e apontar a necessidade de inspeção.

A identificação no novo sistema é feita durante a entrada do caminhão, em movimento, com base em um conjunto de sensores. A iluminação é operada automaticamente e várias fotos são tiradas por diferentes câmeras.

COMMENTS