Mais dez radares entram em funcionamento no Sul de Minas

Os equipamentos estão instalados nos municípios de Conceição dos Ouros, Itanhandu, Campanha, Jacutinga (dois), Monte Sião, Pedralva, e Passa Quatro (dois)

Volkswagen anuncia investimentos de R$ 1 bilhão no Brasil até 2012
Tabela do DPVAT coloca preço em partes do corpo
Brasil e Argentina negociam política industrial comum integrando parques de produção

Dez novos radares entram em operação, nesta sexta-feira (4) em rodovias do Sul de Minas. Os equipamentos estão instalados nos municípios de Conceição dos Ouros, Itanhandu, Campanha, Jacutinga (dois), Monte Sião, Pedralva, e Passa Quatro (dois). A instalação dos radares faz parte do Programa Estruturador de Aumento da Capacidade de Segurança dos Corredores de Transporte (Proseg), que tem como objetivo aumentar a segurança nas rodovias estaduais mineiras.

Até o final do ano, o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER) espera atingir a meta de 74 radares em operação em todo o Estado. Durante o mês de dezembro, os trabalhos de instalação de novos equipamentos estarão concentrados nas regiões Sul, Triângulo, Alto Paranaíba e Central, incluindo a região metropolitana de Belo Horizonte.

Na primeira etapa do contrato, quando serão investidos R$ 7 milhões, está prevista a instalação de 74 equipamentos. O contrato integral, que é de quatro anos, representa um investimento de R$ 98,5 milhões e a previsão é instalar 196 radares. As empresas vencedoras da licitação, além de instalar os radares, serão responsáveis pela manutenção dos equipamentos.

Em setembro, foi dada a ordem de início para a primeira etapa do contrato. O número de radares em operação nas rodovias mineiras chega a 15 equipamentos, 13 na região sul e dois na região metropolitana de Belo Horizonte.

Multas

O processamento das multas geradas por registro de excesso de velocidade pelos radares será efetuado pelo DER. O prazo de encaminhamento das notificações aos proprietários dos veículos infratores será de no máximo 30 (trinta) dias, conforme está previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

COMMENTS