DER vai implodir rochas para desobstruir rodovia em São Paulo

A expectativa é liberar a circulação de veículos até a próxima semana

Lactec assina convênio com a Petrobrás para testar emissão de poluentes por caminhões
Carga tributária do IPVA em Mato Grosso é uma das menores do país
TAM lidera atrasos em voos domésticos em janeiro, diz Anac

Equipes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) de São Paulo vão implodir cinco rochas, na tarde de hoje (10), para desobstruir as duas pistas da Rodovia Mogi-Bertioga, que liga a cidade de Mogi das Cruzes, ao leste da Grande São Paulo, ao litoral paulista. O tráfego de veículos foi bloqueado em razão de um deslizamento de terra, ocorrido no quilômetro 89 por causa das chuvas fortes, na madrugada da última terça-feira (8).

Segundo a Secretaria Estadual dos Transportes, serão utilizados explosivos de baixa carga, apenas para trincar as pedras e facilitar a remoção e limpeza das pistas. A expectativa é liberar a circulação de veículos até a próxima semana.

Desde o começo do mês, as áreas de instabilidade já provocaram em todo o estado 130 registros de ocorrências em 15,5 mil quilômetros de rodovias entre inundações de pistas, quedas de barreiras, árvores e erosões. O maior número foi constatado na região do Vale do Paraíba, com 70 ocorrências.

As estradas mais afetadas foram as rodovias Monteiro Lobato e a Osvaldo Cruz, em trechos de serra. Ainda de acordo com o balanço, no litoral sul paulista, estão sendo iniciadas obras emergenciais para corrigir estragos provocados pelas chuvas nas cidades de Iporanga, Jacupiranga, Cananéia, Itapitangui e Sete Barras.

Na região da Grande São Paulo, houve queda de barreiras em vários pontos de onze estradas, mas apenas a Rodovia de Mogi-Bertioga permanece com interdição. A alternativa para quem sai de Mogi rumo à Bertioga é acessar o sistema Anchieta-Imigrantes, um desvio que aumenta a distância em cerca de 100 quilômetros.

Veja matéria original

COMMENTS