Prazo para certificação de armazéns segue até dezembro

Os serviços remunerados de armazenamento de produtos agropecuários, emissão de títulos de crédito e comercialização das mercadorias poderão ser realizados apenas pelas unidades com a documentação adequada

Porto do Itaqui (MA) promete mudar eixo da exportação de grãos do País
Kuehne + Nagel abre nova área para armazenagem em Porto Alegre (RS)
Conab anuncia construção de 10 unidades de armazenagem no País

As unidades armazenadoras têm até o dia 31 de dezembro deste ano para se adequarem às condições estabelecidas pelo Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras (SNCUA), coordenado pelo Ministério da Agricultura. Os serviços remunerados de armazenamento de produtos agropecuários, emissão de títulos de crédito e comercialização das mercadorias poderão ser realizados apenas pelas unidades com a documentação adequada.

De acordo com a diretora substituta do Departamento de Infraestrutura e Logística, do Ministério da Agricultura, Maria Auxiliadora Domingues de Souza, a certificação vai garantir competência técnica para a prestação de serviços de armazenagem, em mais de 16 mil unidades armazenadoras do País.

Entre as vantagens da certificação está o aprimoramento técnico das unidades, pela qualificação dos serviços, avaliação dos usuários e sustentabilidade do negócio. “A modernização e profissionalização do setor dará mais credibilidade ao setor armazenador e, além disso, poderemos reduzir as perdas de grãos”, complementa.

Veja matéria original

COMMENTS