Delta vai transferir uma frequência para Brasília

Quando os voos foram desmembrados, cada capital ganhou três frequências (número de voos por semana): passaram de quatro para seis, no conjunto

Um terço dos paulistanos e cariocas passam mais de três horas por dia no transporte público
“Operação Aeroporto JK Seguro” fiscaliza entrada de produtos proibidos no Aeroporto Internacional de Brasília
Jorge Yanai pede investimentos em infraestrutura de transporte

Depois de já ter operado quatro voos semanais de Recife a Atlanta, a Delta Airlines chegará ao final deste ano com apenas duas ligações semanais entre a capital pernambucana e a cidade dos Estados Unidos. Trata-se de um remanejamento da companhia aérea, que vai atender à demanda de uma nova rota, Brasília-Atlanta. Carlos Santos, gerente de comunicação Delta Airlines para América Latina e Caribe, em nota ressalta que a Delta tinha quatro voos semanais entre o Recife e Atlanta quando a operação era triangular. Ou seja, quando o voo não era direto de Pernambuco para os Estados Unidos e incluía uma parada no Ceará.

Quando os voos foram desmembrados, cada capital ganhou três frequências (número de voos por semana): passaram de quatro para seis, no conjunto. Segundo ele, o Recife terá seus três voos semanais até o dia 18 de dezembro, quando começa a operar a rota Brasília-Atlanta. Isso respeitadas as paradas por causa da baixa estação (leia matéria acima).

Miami – A American Airlines, que no ano passado iniciou voos diários entre Recife e Miami, também realizou uma redução temporária de seus voos entre a capital pernambucana e os EUA. A companhia passou a fazer cinco voos semanais para os Estados Unidos, de quarta a domingo. A redução ocorreu durante o prazo que foi de 9 de abril a 11 de junho passado.

A American foi procurada ontem pelo JC para comentar eventuais reduções até o fim deste ano, mas prometeu resposta apenas para hoje.

A Secretaria de Turismo (Setur), no entanto, já informou que a conexão diária entre o Recife e Miami está mantida conforme os planos originais da empresa.

COMMENTS