Aeroporto Juscelino Kubitschek (DF) terá novo sistema de manuseio de bagagem

Processo que será implementado na unidade será completamente automatizado; instalação do sistema está prevista para começar em julho de 2013

Pluna suspende todos os voos por tempo indeterminado
TAP deverá contar com um novo avião A320
Turkish Airlines regista crescimento de 12% no número de passageiros transportados em 2011

aeroporto_dfO Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, localizado em Brasília (DF), passará a contar com um novo sistema de manuseio e movimentação de bagagem automatizado para a Copa do Mundo. Com o novo procedimento, quando o passageiro deixar a mala no check in, ela entrará em uma rede de esteiras equipada com rastreamento de bagagem em todo o seu percurso. Será possível realizar o processo de 4.600 bagagens por hora.

O novo sistema reduzirá a possibilidade de bagagens extraviadas, já que todas passarão por leitores ópticos, responsáveis por encaminhá-las de acordo com as informações do voo na etiqueta. O processo permite identificar o dono da bagagem com as respectivas informações de voo em qualquer ponto do transporte. Todas as bagagens serão inspecionadas por equipamento de raio-x integrados às linhas de transporte e que atuarão automaticamente desviando a bagagem suspeita para que seja inspecionada pelas autoridades responsáveis.

Para a implementação do sistema, o consórcio Inframerica investiu R$ 40 milhões para contratar a Vanderlande, empresa especializada no segmento de integração, manuseio e logística de transporte de bagagens. A fabricação do sistema já foi iniciada e sua instalação está prevista para começar em julho de 2013.

“Todos os processos são integrados de maneira a se obter melhor logística possível para as necessidades do aeroporto. No caso de Brasília, temos que considerar que quase metade das bagagens vem de voos de conexão e isso gera necessidades específicas que o sistema terá total capacidade de atender de forma inteligente. Quando em funcionamento, o Aeroporto JK terá um sistema de bagagens dos mais eficientes do Brasil”, destaca Antônio Droghetti Neto, diretor executivo do Consórcio Inframérica.

COMMENTS