Atlas Transportes aposta em Santa Catarina

Com grande potencial de crescimento - visto os resultados obtidos no faturamento do ano passado, cerca de R$ 32,5 milhões - a empresa prevê um investimento de R$ 1,5 milhão na construção de um novo prédio para a unidade de Joinville no modelo "build to suit"

Ferroeste pode ser expandida até o Sudoeste do Paraná e Oeste de SC
Projetos integrados de transporte de carga vão aliviar o trânsito na região de São Paulo
América Latina Logística pretende abrir 300 postos de trabalho

Presente em Santa Catarina há 35 anos por meio de quatro Centros de Distribuição (CD), a Atlas Transportes & Logística investirá na região este ano. Com grande potencial de crescimento – visto os resultados obtidos no faturamento do ano passado, cerca de R$ 32,5 milhões – a empresa prevê um investimento de R$ 1,5 milhão na construção de um novo prédio para a unidade de Joinville no modelo “build to suit”, em que um investidor viabiliza o empreendimento imobiliário segundo os interesses do locador, que irá utilizá-lo por um período pré-estabelecido.

Segundo Francisco Martim Megale, presidente da Atlas, essa é uma das estratégias para alavancar os negócios da empresa em 2009. “Com essa iniciativa, pretendemos ampliar e fortalecer ainda mais a participação da Atlas na região onde estamos presentes também nos municípios de Lages, Blumenau e Florianópolis”, projeta Megale.

Para Sérgio Milizzkievies, gerente da filial de Joinvile, mesmo em meio às incertezas do mercado, o CD está conseguindo manter e até ampliar os serviços prestados por meio de um planejamento comercial direcionado. A previsão de crescimento para 2009 é de 10%. Além disso, a expectativa é grande para a nova unidade que terá 1.500 m&’61447; de área construída e que estará estrategicamente localizada, a 200 metros da rodovia BR 101. “Estamos em ritmo acelerado e bastante ansiosos quanto ao término do novo prédio da filial. A futura infraestrutura contribuirá para ampliar nossa atuação frente ao mercado”, acredita o gerente.

Para manter o alto nível de atendimento, a unidade de Blumenau é considerada um ponto de apoio estratégico em função do processo operacional (coleta, entrega e logística). A previsão de crescimento para esse ano é de 10%. “O ponto funciona como agente facilitador para ampliarmos nossos negócios na região quanto à manutenção e prospecção de novos clientes”, completa Milizzkievies.

Link para a matéria

COMMENTS