Estradas do Paraná vão receber obras no valor de R$ 250 milhões neste ano

O detalhamento das ações foi feito nesta terça-feira (03), durante a Escola de Governo, pelo secretário dos Transportes, Rogério W. Tizzot

Estado do Mato Grosso exigirá IPVA de condutor
Ferroeste coordenará Fórum de Integração Logística Sul-americana
Todo veículo passa pela certificação do Inmetro

O Governo do Paraná investirá, neste ano, R$ 250 milhões em estradas. As obras vão beneficiar rodovias estaduais, municipais e rurais, com serviços de construção, recuperação, restauração e conservação. O detalhamento das ações foi feito nesta terça-feira (03), durante a Escola de Governo, pelo secretário dos Transportes, Rogério W. Tizzot.

“É a continuação do maior programa de obras rodoviárias que vem sendo executado no Paraná, desde 2003. Neste momento, esses investimentos são ainda mais importantes. Eles se tornam a nossa forma de enfrentar a crise”, afimrou Tizzot. A programação de obras do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) divide-se em quatro programas: Conservação Total, Estradas da Liberdade, Boa Estrada e Patrulhas Rodoviárias.

O primeiro abrange praticamente todas as rodovias pavimentadas do Paraná. Estão destinados R$ 14 milhões para intervenções específicas para as necessidades de cada via. “São prioridades a recuperação e conservação das nossas rodovias. Vamos trabalhar com empreiteiras. Mas, em paralelo, o DER dimensionou a possibilidade de trabalhar onde tem capacidade técnica”, detalhou Tizzot.

O objetivo é melhorar a trafegabilidade em 9.526 quilômetros, com investimento de R$ 93 milhões, e recuperar o pavimento de 521 quilômetros com investimentos de R$ 54 milhões.

Segundo o secretário, que também responde pelo DER, para dar mais agilidade às obras, os contratos com a iniciativa privada unem empreiteiras e distribuidoras de asfalto. “Fizemos essa experiência entre 2004 e 2006, recuperando 1,6 mil quilômetros, com velocidade de quatro quilômetros por dia”, recordou.

A ação denominada Boa Estrada vai atuar com intervenções mais pesadas das estradas pavimentadas. Somente neste ano, serão aplicados R$ 29 milhões em obras de restauração na região Metropolitana de Curitiba (Campo Largo – Araucária) e no Norte Pioneiro (Arapoti – Wenceslau Braz).

PATRULHAS

A melhoria das estradas rurais também está garantida com o programa de Patrulhas Rodoviárias. O Governo cede máquinas e funcionários do Estado aos municípios para trabalhar em trechos determinados, apontados por levantamentos da Secretaria de Agricultura e do próprio DER. Cada patrulha é formada por 11 máquinas.

“É um programa que procura atender a população mais necessitada das zonais rurais. Trabalhamos para recuperar trechos que sejam economicamente importantes para as cidades, que atendam os caminhos da produção e da educação”, explicou Tizzot.

Atualmente, há 20 equipes operando que recuperaram 1.580 quilômetros de vias em 72 municípios. A meta para 2009 é a ampliação para 25 patrulhas com atuação em 100 municípios e a recuperação de 2 mil quilômetros de estradas.

MELHORIAS EM ESTRADAS EM 2008

Além da apresentação do programa de obras para 2009, o secretário dos Transportes, Rogério W. Tizzot, fez um balanço do que foi feito no ano passado. Em 2008 foram investidos R$ 187 milhões em:

Construção de rodovias: 18 quilômetros
Recuperação de vias pavimentadas: 145 quilômetros
Recuperação de vias não pavimentadas: 48 quilômetros
Conservação rotineira de rodovias: 11.911 quilômetros
Patrulhas Rodoviárias – recuperação de vias municipais: 1.580 quilômetros

Link para a matéria

COMMENTS