Estradas do Paraná vão receber obras no valor de R$ 250 milhões neste ano

O detalhamento das ações foi feito nesta terça-feira (03), durante a Escola de Governo, pelo secretário dos Transportes, Rogério W. Tizzot

Estado anuncia verba para três aeroportos gaúchos
Petrobras encontra óleo em reserva da bacia de Campos
Roubos de veículos caem 23% em Belo Horizonte

O Governo do Paraná investirá, neste ano, R$ 250 milhões em estradas. As obras vão beneficiar rodovias estaduais, municipais e rurais, com serviços de construção, recuperação, restauração e conservação. O detalhamento das ações foi feito nesta terça-feira (03), durante a Escola de Governo, pelo secretário dos Transportes, Rogério W. Tizzot.

“É a continuação do maior programa de obras rodoviárias que vem sendo executado no Paraná, desde 2003. Neste momento, esses investimentos são ainda mais importantes. Eles se tornam a nossa forma de enfrentar a crise”, afimrou Tizzot. A programação de obras do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) divide-se em quatro programas: Conservação Total, Estradas da Liberdade, Boa Estrada e Patrulhas Rodoviárias.

O primeiro abrange praticamente todas as rodovias pavimentadas do Paraná. Estão destinados R$ 14 milhões para intervenções específicas para as necessidades de cada via. “São prioridades a recuperação e conservação das nossas rodovias. Vamos trabalhar com empreiteiras. Mas, em paralelo, o DER dimensionou a possibilidade de trabalhar onde tem capacidade técnica”, detalhou Tizzot.

O objetivo é melhorar a trafegabilidade em 9.526 quilômetros, com investimento de R$ 93 milhões, e recuperar o pavimento de 521 quilômetros com investimentos de R$ 54 milhões.

Segundo o secretário, que também responde pelo DER, para dar mais agilidade às obras, os contratos com a iniciativa privada unem empreiteiras e distribuidoras de asfalto. “Fizemos essa experiência entre 2004 e 2006, recuperando 1,6 mil quilômetros, com velocidade de quatro quilômetros por dia”, recordou.

A ação denominada Boa Estrada vai atuar com intervenções mais pesadas das estradas pavimentadas. Somente neste ano, serão aplicados R$ 29 milhões em obras de restauração na região Metropolitana de Curitiba (Campo Largo – Araucária) e no Norte Pioneiro (Arapoti – Wenceslau Braz).

PATRULHAS

A melhoria das estradas rurais também está garantida com o programa de Patrulhas Rodoviárias. O Governo cede máquinas e funcionários do Estado aos municípios para trabalhar em trechos determinados, apontados por levantamentos da Secretaria de Agricultura e do próprio DER. Cada patrulha é formada por 11 máquinas.

“É um programa que procura atender a população mais necessitada das zonais rurais. Trabalhamos para recuperar trechos que sejam economicamente importantes para as cidades, que atendam os caminhos da produção e da educação”, explicou Tizzot.

Atualmente, há 20 equipes operando que recuperaram 1.580 quilômetros de vias em 72 municípios. A meta para 2009 é a ampliação para 25 patrulhas com atuação em 100 municípios e a recuperação de 2 mil quilômetros de estradas.

MELHORIAS EM ESTRADAS EM 2008

Além da apresentação do programa de obras para 2009, o secretário dos Transportes, Rogério W. Tizzot, fez um balanço do que foi feito no ano passado. Em 2008 foram investidos R$ 187 milhões em:

Construção de rodovias: 18 quilômetros
Recuperação de vias pavimentadas: 145 quilômetros
Recuperação de vias não pavimentadas: 48 quilômetros
Conservação rotineira de rodovias: 11.911 quilômetros
Patrulhas Rodoviárias – recuperação de vias municipais: 1.580 quilômetros

Link para a matéria

COMMENTS