Novas regras de trânsito estão em vigor

Apartir de agora, os candidatos terão de fazer - e pagar mais - 45 horas/aula de curso teórico e não mais 30, como era antes

Movimentação no Porto de Paranaguá teve alta de 41,7% no primeiro bimestre
British Airways compra seis aviões Boeing 777 para operar rotas do 787
Salão mostra híbridos que estarão no mercado em 2009

Uma série de resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) entrou em vigor ontem, mudando a vida de quem quer se tornar motorista ou já conduz veículos no Brasil. Apartir de agora, os candidatos terão de fazer – e pagar mais – 45 horas/aula de curso teórico e não mais 30, como era antes.

As aulas de direção defensiva, por exemplo, passam de oito para 16 horas, e as de legislação de trânsito, de 12 para 18 horas. O curso de direção veicular também será estendido, passando a ter 20 horas/aula. Antes, eram 15. No Rio Grande do Sul, o custo total da nova habilitação, que era de R$ 744,14 em 2008, passou a valer R$ 929,34.

De acordo com nota divulgada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), as novas regras têm o objetivo de melhorar a formação dos condutores e, consequentemente, reduzir os acidentes. A opinião é compartilhada pelo presidente do Sindicato de Centros Formação de Condutores do Estado, Edson Luis da Cunha.

“Vamos ter mais tempo para trabalhar a educação para o trânsito, reforçando as técnicas de direção defensiva e os perigos do álcool ao volante”, ressaltou Cunha. Uma das novidades é a permissão para que motociclistas passem a fazer aulas práticas em vias públicas, desde que recebam instruções em circuito fechado.

Carros e motos que forem emplacados a partir de hoje devem receber, segundo recomendação do Contran, o novo lacre para placas, que dificulta fraudes e tenta impedir crimes, como roubo de veículos, clones de placas, desmanches fraudulentos e desvio de carros para as fronteiras. O lacre é ainda um instrumento para desarticulação das máfias que envolvem setores de emplacamento de veículos.

COMMENTS