Mortes nas estradas no final de ano cresceram 13,3% em relação ao ano passado

De 20 de dezembro de 2008 até às 24h de ontem (4), 435 pessoas morreram ao longo dos 61 mil quilômetros de rodovias federais em todo o país

Prejuízo milionário no Porto de Itajaí
Dez projetos de lei apresentados pelos senadores em 2008 pretendem melhorar a segurança no trânsito
Câmara aprova alterações em rodovias de Goiás

O número de mortes nas estradas federais durante o feriado de fim de ano cresceu 13,3% em relação o mesmo período do ano passado. De 20 de dezembro de 2008 até às 24h de ontem (4), 435 pessoas morreram ao longo dos 61 mil quilômetros de rodovias federais em todo o país. Nas festas de final de ano de 2007 para 2008, foram 384 mortos.

O número de acidentes e o de feridos também aumentou. Ao todo, foram 7140 acidentes com 4795 feridos, contra os 6621 acidentes registrados na passagem de ano anterior, nos quais 4497 pessoas ficaram feridas. O acréscimo foi de 6,63% no número de mortos e de 7,84% no de feridos.

Os dados foram divulgados a pouco pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo a PRF, o estado de Minas Gerais, que possui a mais extensa malha viária federal, foi o campeão em número de mortes (89) e de acidentes (411).(Ivan Richard-Repórter da Agência Brasil)

Link para a matéria

COMMENTS