As dez maiores do setor de TRC

Direcionamento estratégico ou erros e acertos da empresa, também pesaram na avaliação

Governo reduz alíquota do PIS/Pasep e da Cofins na venda de álcool
Técnicos discutem segurança no transporte de produtos químicos
Holanda destaca potencial hidroviário

Especialistas ouvidos pela revista QUATRO RODAS FROTA S/A estimaram o valor das empresas de transporte de carga com base na expectativa de lucro nos próximos dez anos, no patrimônio e nas dívidas de médio e longo prazo. Outros fatores, como direcionamento estratégico ou erros e acertos da empresa, também pesaram na avaliação. Segue abaixo o ranking das empresas e o quanto elas valem:
1. Julio Simões – R$ 350 a R$ 400 milhões
2. Binotto – R$ 300 a R$ 350 milhões
3. Braspress – cerca de R$ 300 milhões
4. Mercúrio – R$ 250 a R$ 300 milhões
5. Atlas – R$ 200 a R$ 250 milhões
6. Rodoviário Ramos – R$ 180 a R$ 200 milhões
7. Rapidão Cometa – R$ 150 a R$ 180 milhões
8. Expresso Araçatuba – R$ 120 a R$ 150 milhões
9. Ouro Verde – cerca de R$ 120 milhões
10. Coopercarga – cerca de R$ 100 milhões

COMMENTS