Entrevista com o candidato à prefeitura de Guarulhos, Sebastião Almeida, do PT

Acompanhe aqui a íntegra das respostas do candidato Sebastião Almeida

MAN Latin America lança a revista MANmagazine
Caminhoneiros enfrentam fiscalização de novas normas para rodarem nas estradas do país
JadLog prevê crescer 50% em 2010

Acompanhe aqui a íntegra das respostas do candidato Sebastião Almeida, do PT:

Portal Transporta Brasil: Levando em consideração a importância logística da cidade de Guarulhos para o Brasil, o que sua proposta prevê para melhorar a circulação de cargas pelas vias mais importantes do município?

Sebastião Almeida: Em primeiro lugar, Guarulhos, assim como as cidades da região metropolitana, precisa entender que esta questão da logística no Estado de São Paulo, principalmente na Capital, tem que ser trabalhada com bastante diálogo. Por exemplo: esta última atitude que o prefeito da Capital teve em criar restrições para a entrada de caminhões na cidade acaba gerando um grande problema para as cidades da região metropolitana, porque as coisas têm que ser feitas, acima de tudo, dentro de um diálogo e de um entendimento para resolver o problema de todos, e não simplesmente impedir a entrada. Hoje, Guarulhos é uma das cidades que sofrem o impacto dos caminhões que chegam à nossa cidade. Eu, como prefeito, quero abrir um diálogo com o setor e trabalhar a perspectiva de um grande terminal de cargas aqui em Guarulhos para possibilitar o aproveitamento desta capacidade logística da cidade para que possamos transformar o que hoje é um problema em uma grande solução com renda, com receita, com geração de empregos para a nossa cidade. Eu vou fazer obras importantes, como por exemplo na Jacu Pêssego, que já passou pela Trabalhadores, vai ter um túnel ali ao lado da Riachuelo, e vai ter uma ligação do Aeroporto de Guarulhos ao Porto de Santos, uma via importante e fundamental da cidade. Vamos fazer um investimento grande para aperfeiçoar todas as vias de entrada da cidade, inclusive com o viaduto Cidade de Guarulhos que está em construção hoje.

Portal Transporta Brasil: O programa de revitalização da Cidade Satélite de Cumbica ainda não surtiu o efeito em toda a região, com transportadoras que amargam prejuízos pela falta de infra-estrutura viária, iluminação.  O que o senhor fará a respeito deste assunto em um eventual mandato?

Sebastião Almeida: Vou fazer grandes investimentos na Cidade Satélite Industrial de Cumbica, para possibilitar que as transportadoras e que os caminhões que circulam por aquela região possam trabalhar com mais conforto e mais tranqüilidade, aperfeiçoando cada vez mais a nossa cidade para aproveitar o máximo possível essa vantagem que a cidade tem do ponto de vista de localização, entre a Fernão Dias, a Dutra e a Ayrton Senna. Queremos aproveitar esse benefício que a cidade tem hoje para que possamos impulsionar cada vez mais o crescimento de Guarulhos.

Portal Transporta Brasil: Qual sua proposta para o efeito de “solidão logística” do aeroporto de Guarulhos, com traslados e fretes caros para São Paulo e outras regiões da metrópole e escassez de transporte de passageiros de massa?

Sebastião Almeida:  O Aeroporto de Guarulhos, quando veio para cá em 1985, veio lamentavelmente desacompanhado de um parceiro fundamental para qualquer grande aeroporto do mundo, que é a ligação com o Metrô. Hoje, esta discussão está em pauta, o governo do Estado vem protelando esse assunto a cada ano. Já existe todo o projeto elaborado e há uma previsão das obras até 2011, em um projeto de Parceria Público-Privada coordenada pelo Estado. O que eu espero e vou cobrar como prefeito de Guarulhos é que de fato este projeto saia do papel. Lamentavelmente, uma cidade do porte de Guarulhos, a segunda maior cidade do Estado com 1 milhão e trezentos mil habitantes, não tem uma conexão com o Metrô de São Paulo. Isto é um absurdo. Precisamos transformar e melhorar todo o entorno do grande aeroporto da cidade, que está no coração de Guarulhos. Quero fazer grandes pistas, recuperar as pistas existentes e aproveitar melhor o anel viário que distribui o fluxo para os diversos locais da cidade.

Voltar

COMMENTS