VLI Logística destaca mulher trainee maquinista que é recordista em eficiência

VLI Logística destaca mulher trainee maquinista que é recordista em eficiência

Aspirante a uma das comandantes dos trens da empresa, a trainee Bruna Scarlet Santos bate recordes na operação

Marcopolo lança nova marca
Empresas chilenas compram 328 ônibus Mercedes-Benz para fretamento em mineradoras
Mercedes-Benz destaca transportadoras que apoiam a contratação de mulheres ao volante

Uma prova de que treinamento, dedicação e competência só podem resultar em bons números e muita eficiência: a VLI Logística, que trabalha com a movimentação de minérios e diversos outros produtos em granel pelos modais ferroviário e rodoviário destacou neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, uma funcionária em treinamento que transporta o Brasil de verdade.

A trainee de maquinista Bruna Scarlet Santos, de 27 anos, foi a recordista em eficiência energética nos treinamentos da empresa. Ela ingressou na VLI em 2019 como operadora de Pátio I em Araxá, Minas Gerais. Dois anos depois conquistou o cargo de trainee e está sendo preparada para ser mais uma maquinista nos quadros da empresa.

Seu recorde em eficiência foi em um exercício da Universidade VLI no qual Bruna terminou um trajeto no simulador utilizando a menor quantidade de combustível. Ela cumpriu o exercício com a marca de 720 litros de combustível. Segundo o supervisor da Universidade VLI, Rondinelli dos Santos Juvêncio, o recorde anterior era de 722 litros e perdurava desde 2019.

Uma mulher que transporta o Brasil de verdade

Bruna vai realizar seu sonho de ser maquinista em operações de transporte de cargas. Um sonho que ela cultivava desde a infância, ao ver seu padrasto trabalhando nesta profissão. “Quando surgiu a vaga em Araxá, não pensei duas vezes e fui. Em 2021, consegui a vaga de trainee de maquinista de viagem. Era um sonho se realizando. Sou mãe de dois meninos, um de oito anos e o mais novo tem 11 meses. Sempre encontrei na ferrovia o apoio para conciliar minha carreira e a maternidade. Quando amamentava tive suporte para amamentar em casa. Depois, quando retornei da licença, fui em um primeiro momento para o horário comercial. Tenho direito ao auxílio-babá, que ajuda no cuidado com as crianças”, conta Bruna.

E ela deixa uma mensagem final, perfeita para o dia de hoje: “Fui a primeira mulher a conseguir o recorde. É preciso que conquistemos nosso espaço, entrando na sociedade com mais poder de liderança e mostrando nosso potencial. Nós, mulheres, conseguimos desempenhar qualquer função com qualidade”.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

Clique aqui para assistir a vídeos sobre transporte todos os dias na TV Transporta Brasil

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS