Os 10 meios de transporte mais inusitados do mundo

Os 10 meios de transporte mais inusitados do mundo

Quando pensamos em transporte coletivo, o que geralmente nos vem à cabeça são ônibus, táxis e metrôs, mas ao sair do Brasil podemos nos deparar com meios surpreendentes de transportes que, apesar de esquisitos, completam a diversão do passeio

Navistar poderá comercializar caminhões JAC no Brasil
DHL Express Brasil amplia operações na Ásia
Embraer vende 1º Phenom 300 ao mercado chinês

Confira os 10 meios de transporte mais inusitados, compilados pelo site americano Reader’s Digest.

1. Funicular Subterrâneo, Turquia: um funicular é um carro de cabos que circula sobre trilho e normalmente transporta passageiros em terrenos inclinados ao ar livre. A versão subterrânea do transporte foi inaugurada em Istambul, Turquia, em 1874. Até hoje, o funicular funciona, cobrindo uma distância de cerca de meio quilômetro, conectando a área conhecida como Chifre de Ouro e a famosa rua pedestre de Istiklal.

2. Cyclo, Vietnã: tanto para os turistas que percorrem as atrações da cidade quanto para os habitantes de Hanói, capital do Vietnã, o transporte mais usado é o cyclo. Este peculiar meio de transporte é um triciclo onde o motorista pedala levando os passageiros de um ponto a outro. Além de ecológico, o cyclo é também mais rápido para se locomover no trânsito caótico de Hanói.

3. Táxis Aquáticos, Tailândia: Bangkok, capital da Tailândia, é chamada com frequência de “Veneza da Ásia”, devido aos seus numerosos canais. O transporte aquático a bordo de lanchas é um excelente meio para evitar o trânsito intenso da capital tailandesa. Na hora de passar embaixo de pontes os passageiros precisam dar uma abaixadinha para não bater a cabeça.

4. Chicken Bus, Guatemala: os curiosos ônibus coloridos que circulam pelas estradas da Guatemala foram apelidados de “Chicken Bus” (ônibus das galinhas, em inglês) pela presença destas aves, que são transportadas junto aos passageiros entre cidades. Estes ônibus são um jeito econômico de se locomover pelo país, conhecendo de perto a cultura local.

5. Transportes Criativos, Camboja: não existe um nome específico que defina a improvisação e a criatividade usada para transportar cargas e passageiros pelas ruas e estradas do Camboja. Após décadas de guerra no país asiático, seus habitantes aprenderam a improvisar, usando partes de diferentes carros, motos e ônibus para fabricar surpreendentes meios de transporte.

6. Ônibus Camelo, Cuba: Cuba é conhecida por seus carros pouco comuns no resto do planeta, com abundância de carros clássicos americanos dos anos cinquenta. Mas o principal transporte coletivo, conhecido como Ônibus Camelo, foi retirado de circulação recentemente. Grandes trailers lotados de passageiros e puxados por uma cabine de caminhão, estes ônibus típicos da capital cubana foram substituídos por ônibus chineses mais modernos.

7. Trem Maglev, China: cerca de 30 km separam o bairro de Pudong e o Aeroporto Internacional de Xangai. O trajeto é feito em apenas alguns minutos a bordo do Maglev, trem magnético que levita sobre os trilhos e atinge a embasbacante velocidade de 431 km/h.

8. Chiva Express, Equador: trem com cara de ônibus turístico, o Chiva Express usa trilhos construídos inicialmente para conectar os Andes com o oceano para apreciar as belas paisagens montanhosas. Com dois andares, os melhores lugares encontram-se no topo, a céu aberto, exceto quando o vento gelado dos Andes resolve aparecer.

9. Hovercraft, Reino Unido: Hovercrafts são veículos anfíbios apoiados em colchões de ar. Criados por um britânico na década de cinquenta foram bastante usados para transporte na segunda metade do século vinte no Reino Unido. Hoje, este modo de transporte foi preterido por catamarãs de alta velocidade, mas alguns trajetos, como Portsmouth até a Ilha de Wight, ainda são efetuados a bordo de hovercrafts.

10. Ice Angel, Estados Unidos: a ilha de Madeline é a única habitada entre as ilhas Apostle, no estado de Wisconsin, na região dos Grandes Lagos. Durante o verão, é conectada com o continente por um ferryboat. Mas durante o gélido inverno do norte dos Estados Unidos, quando o gelo aguenta peso suficiente, o transporte é feito por veículos propulsados a ar conhecidos como Ice Angels, “anjos do gelo”.

COMMENTS