Safra global de grãos em 2016/17 deve passar de bilhões de toneladas

Nova prospecção do Conselho Internacional de Grãos 10 milhões de toneladas acima da projeção anterior

Movimentação de soja deve registrar forte alta em fevereiro
Cenário insustentável para MT em 2020
ALL investirá R$ 800 milhões em expansão da malha e estrutura

safra-graos

O Conselho Internacional de Grãos elevou recentemente sua projeção para a safra global de grãos em 2016/17. A evolução foi impulsionada por conta das perspectivas positivas para a safra de milho da China e para a produção de trigo australiana. Com isso, a produção total no período deverá subir para 2,094 bilhões de toneladas, 10 milhões de toneladas acima da projeção anterior, divulgada em novembro de 2016.

Em nota, o Conselho explicou que a alta resultante na oferta global está altamente ligada a um aumento na projeção do consumo. Com isso, estima-se que o consumo global de grãos deva subir 4%, chegando a 2,062 bilhões de toneladas.

Os estoques globais ao fim da safra 2016/17 estão estimados em um total de 507 milhões de toneladas, ante projeção anterior de 504 milhões de toneladas.

A produção mundial de milho em 2016/17 foi revisada em três milhões de toneladas para um recorde de 1,045 bilhão de toneladas. Os números do trigo em 2016/17 ficou estipulado em 752 milhões de toneladas, ante projeção anterior de 749 milhões.

Por fim, a produção global de soja em 2016/17 deverá ser de 334 milhões de toneladas, com retração ante os 336 milhões estimados anteriormente, porém mesmo assim resultando em um recorde.

“Além de uma enorme colheita nos Estados Unidos, a produção no Brasil deverá ter um novo recorde, mais do que compensando a queda em outros países, principalmente a Argentina”, apontou o relatório.

COMMENTS