Safra 2014/15 de grãos e oleaginosas do Brasil bate novo recorde

Conab informou que foram colhidas 209,5 milhões de toneladas, resultando em um crescimento de 8,2% ante a colheita passada

Agronegócio atinge 51,5% das exportações brasileiras em maio
Máquinas agrícolas deverão ser emplacadas a partir de 2015
Valor bruto da produção agropecuária atinge R$ 421,5 bi em 2013

soja-colheita-safra

A safra de grãos e oleaginosas do Brasil 2014/15 foi estimada em um recorde de 209,5 milhões de toneladas no dia 11/9 pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). Conforme o levantamento houve um crescimento de 8,2% ante a colheita passada, devido ao aumento na produção de soja e milho brasileiro.

Foram colhidas 96,2 milhões de toneladas de soja, o que resultou em um número estável ante previsão de agosto. O resultado apresentou um crescimento de 10 milhões de tonelada ante a safra passada.

Segundo a Conab, houve aumento de 5,1% na produtividade média do País, indo para quase 3 toneladas por hectare.

A safra de milho do Brasil também foi estimada em recorde, de 84,7 milhões de toneladas, ante 84,3 mi t na previsão de agosto, e um crescimento de 5,8% na comparação com a temporada passada. O aumento na produtividade média de 6,4% ano a ano mais do que compensou leve redução de área plantada, e chegou a 5,38 toneladas por hectare.

Na segunda safra, o ganho de produtividade do milho foi ainda maior, e correspondeu ao resultado registrado no Sudeste, Centro-Oeste e também no Paraná. A produção da chamada safrinha do cereal atingiu 54,5 milhões de toneladas, ante 48,4 milhões 2013/14.

Mesmo com os recordes consolidados, o Brasil se distancia substancialmente da produção dos Estados Unidos, que é líder global no cereal e deve colher mais de 340 milhões de toneladas neste ano somente de milho. Porém, o Brasil, por contar com grandes áreas agricultáveis, ainda tem muito espaço para avançar na produção.

COMMENTS