ARTESP firma acordo com o governo do PR para fornecer tecnologia de pagamento eletrônico de pedágio

Convênio prevê que motorista possa passar nas cabines automáticas tanto nas rodovias estaduais paulistas quanto nas paranaenses

ANA e Lufthansa Cargo firmam joint venture contemplando rotas entre Japão e Europa
Azul encerra contrato de compartilhamento de voos com a TAM
Santos Brasil passa a ser provedora oficial da DHL em operações no Porto de Santos (SP)

pedagio-sem-parar-precos

A ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) firmou um pacto de cooperação técnica com a AGEPAR (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná), que permitirá a troca de informações e compartilhamento de tecnologia para sistemas de arrecadação automática de pedágio.

Os estudos de viabilização pretendem tornar possível a implantação na malha rodoviária paranaense do sistema da tecnologia de cobrança de pedágio eletrônica para a radiofrequência de 915 MHz, a mesma utilizada nas vias paulistas. Isso significa que em breve, com um equipamento de identificação veicular, o motorista poderá passar nas cabines automáticas de pedágio tanto nas rodovias estaduais paulistas quanto nas paranaenses.

Já existe convênio da ARTESP com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para unificação da tecnologia nas rodovias federais.

Nas rodovias paulistas, 57% dos pagamentos de pedágio já são feitos de forma eletrônica. A interoperacionalidade dos sistemas paulista e do Paraná também permitirá que os motoristas contratem apenas uma operadora para viajar em ambas as malhas rodoviárias.

Por meio do convênio, as inovações desenvolvidas pela ARTESP e pela Secretaria de Logística e Transportes do Governo do Estado de São Paulo passam a ser compartilhadas com a AGEPAR.

COMMENTS