BTP inaugura terminal multiuso à margem direita do Porto de Santos (SP)

BTP inaugura terminal multiuso à margem direita do Porto de Santos (SP)

Instalado na região da Alemoa, unidade tem capacidade atual para movimentar 1,2 milhões de TEUs anuais

BTP alcança marca de um milhão de contêineres movimentados
BTP inicia obras na Avenida Perimetral da Alemoa, em Santos (SP)
BTP recebe declaração de alfandegamento para a fase 2 de seu Terminal

btp-inauguração-santosA BTP (Brasil Terminal Portuário) inaugurou oficialmente, na última quinta-feira (28/11), o seu terminal multiuso na região da Alemoa, localizado à margem direita do Porto de Santos (SP). Com isso, serão iniciadas as operações comerciais com navios em toda a extensão de sua área.

A operação parcial do terminal teve início em agosto deste ano, após obtenção da licença ambiental, seguida da declaração de alfandegamento e da licença de operação.

“O suporte e apoio da Receita Federal, que disponibilizou as ferramentas de software e processos para o efetivo e seguro alfandegamento das áreas operacionais da BTP, resultou na celeridade na implantação do nosso projeto”, afirma o Diretor-Presidente, Henry Robinson.

Joint venture desde 2010 entre os acionistas TIL (Terminal Investment Limited) e APM Terminals, esses Grupos, somados, operam 98 terminais em diferentes regiões. O investimento realizado na BTP é da ordem de R$ 2 bilhões até 2013.

O terminal, que está instalado em área de 490 mil m² da unidade portuária, tem capacidade atual para movimentar 1,2 milhões de TEUs anuais e com previsão de movimentação de 1,4 milhões de toneladas de granéis líquidos, quando implementado em sua fase final.

Com a operação, a BTP espera elevar em cerca de 40% a capacidade de movimentação atual de contêineres no Porto de Santos.

A BTP aguarda a conclusão dos serviços de dragagem no canal, já em curso pela Autoridade Portuária (Codesp) e SEP (Secretaria de Portos), para operar em condições plenas, que permitirão incrementar significativamente a competitividade do maior porto da América Latina.

Com a nova profundidade do canal homologada a 15 metros, o terminal estará apto a receber em seu cais até três embarcações da nova geração de navios que está sendo empregada na costa brasileira, com capacidade superior a 9.000 TEUs.

COMMENTS