Ônibus híbrido 100% brasileiro circulará por Recife (PE) durante a Copa das Confederações

Projeto envolvendo as empresas Mercedes-Benz, Eletra, WEG e Moura estará operando até o dia 23/6 na capital de Pernambuco

Mercedes-Benz e Eletra desenvolvem ônibus híbrido para o Brasil
Trólebus Volksbus entram em operação na cidade de São Paulo
Mercedes-Benz desenvolve motor-gerador de seis cilindros para ônibus híbrido

mercedes-hibrido-recife

A Eletra, empresa fabricante de veículos de transporte urbano com tração elétrica, e a montadora Mercedes-Benz fornecerão à cidade de Recife (PE) o ônibus HíbridoBR para transporte de passageiros durante a Copa das Confederações. O veículo é o primeiro com tecnologia 100% nacional a circular no Brasil.

O ônibus estará à disposição da prefeitura para transportar os passageiros até o dia 23/6. “É uma grande satisfação para a empresa colocar o veículo em circulação em Recife”, afirma Iêda Maria Alves de Oliveira, gerente comercial da Eletra.

“O HíbridoBR, que será apresentado em Recife é resultado de um conceito inédito de parceria, com tecnologia totalmente brasileira”, diz Curt Axthelm, gerente de Marketing de Produto – Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

O veículo é classificado como híbrido quando conta com duas fontes de energia. No caso deste ônibus, um grupo motor gerador e um banco de baterias. No HíbridoBR apenas o motor elétrico movimenta o veículo, caracterizando a tecnologia híbrido série.

O motor elétrico foi desenvolvido pela WEG. A energia para o motor elétrico vem de um grupo motor gerador formado por um motor veicular Mercedes-Benz Euro 5 movido a diesel comum, biodiesel ou mesmo diesel de cana-de- açúcar, e um gerador também fabricado pela WEG.

Um banco de baterias tracionárias, desenvolvido pela Moura, complementa a energia disponível para o motor elétrico, quando necessário. Em cada parada para entrada de passageiros ou semáforos, o grupo motor gerador recarrega as baterias. As baterias são de chumbo ácido.

O motor diesel aplicado nesta tecnologia do ônibus elétrico, além de ser menor que o aplicado a um ônibus diesel similar, opera em rotação constante, o que reduz muito a emissão de poluentes, pois nas acelerações é o motor elétr ico que atua. O motor diesel permanece em rotação constante (calibrada para o ponto ideal de baixa emissão e de baixo consumo) ou em marcha lenta. No híbrido com tecnologia série apenas o motor elétrico traciona o ônibus.

Além de reduzir as emissões, a tecnologia desenvolvida pela Eletra permite a recuperação de energia nas frenagens, conceito conhecido como Frenagem Regenerativa. Quando o freio é acionado, o motor elétrico vira um gerador e a energia que seria desperdiçada na frenagem é reaproveitada e armazenada no banco de baterias.

As tecnolo gias aplicadas permitem que o ônibus elétrico híbrido reduza a emissão e o consumo de combustível. As emissões locais, como o material particulado – são reduzidas em até 95% e o consumo de diesel, em operação comercial, está em torno de 20%.

“Com base na experiência, conhecimento e especialização de ambas empresas estamos buscando oferecer ao mercado um produto desenvolvido em nosso País, totalmente adequado para uso nas cidades brasileiras, adaptado às características já conhecidas pelas empresas e operadores de transporte de passageiros”, afirma Axthelm.

COMMENTS