Roubo e furto de veículos no Brasil cresce 19,27% no 1º trimestre do ano

Roubo e furto de veículos no Brasil cresce 19,27% no 1º trimestre do ano

Segundo dados da companhia de rastreamento Tracker, no mês de março houve recorde de ocorrências, atingindo 2,1%, enquanto janeiro e fevereiro registraram 1,6%

White Martins realiza primeira entrega de cilindros por navio
Fettremat aceita propostas da ALL e interrompe greve de motoristas
Volvo abre fábrica de caixas de câmbio I-Shift no Brasil

rodovia-roubo

Segundo a empresa de rastreamento de veículos Tracker, o número de roubo e furto de veículos no Brasil cresceu 19,27% no primeiro trimestre de 2013, em comparação com igual período de 2012. Entre janeiro e março de 2013, a em presa realizou 1052 recuperações.

Segundo Carlos Alberto Betancur, diretor nacional de operações da empresa, conforme a base de seus clientes, no mês de março a frequência de roubo e furto de veículos bateu recorde, atingindo 2,1%, enquanto janeiro e fevereiro registraram 1,6%. “Realizamos uma média histórica de quase 12 recuperações por dia, nos três primeiros meses do ano”, revela o diretor.

Nos últimos 12 meses, as ocorrências com veículos leves subiram 15,71%. No trimestre foram recuperados 663 carros, enquanto no mesmo período de 2012 foram 573 eventos. Já a categoria dos pesados cresceu 34,04%, com 126 recuperações no período. Motocicletas foi a categoria com maior alta: 82,61% (42 eventos no primeiro trimestre de 2013). E utilitários registrou acréscimo de 15,10%, com 221 ocorrências, nos últimos três meses.

Em doze anos atuando no Brasil, o Grupo Tracker já recuperou cerca de 25 mil veículos, o que significa ter evitado um prejuízo de aproximadamente R$ 1,8 bilhão. Os rastreadores da Tracker utilizam a tecnologia de radiofrequência, considerada imune à ação dos inibidores de sinais chamados jammers. A empresa também trabalha com produtos baseados no GPS/GPRS indicados para monitoramento e gestão de frotas.

COMMENTS