Bunge inaugura fábrica de biodiesel no Brasil

Bunge inaugura fábrica de biodiesel no Brasil

Primeira unidade da companhia a produzir o combustível no País está localizada em Nova Mutum, Mato Grosso; a planta produzirá cerca de 150 mil m3 de biodiesel ao ano

Transportadores adotam balizador de fretes visando evitar desastre financeiro na safra 2015
Brasil quebrará novo recorde na produção de alimentos, diz Conab
Centro-Oeste deverá ser responsável por 42,5% dos grãos da Safra 2016/2017

A Bunge Brasil, empresa voltada para o agronegócio, inaugurou no dia 8/3, em Nova Mutum (MT) a sua primeira unidade fabril para a produção de biodiesel no Brasil. Foram investidos R$ 60 milhões no empreendimento, que produzirá cerca de 150 mil m³ de biodiesel por ano.

“Mundialmente, a empresa já atua na produção de biodiesel na Argentina e nos Estados Unidos, bem como na Europa, por meio de parcerias, e agora ingressamos no mercado nacional”, explica Pedro Parente, presidente e CEO da Bunge Brasil.

O executivo ainda ressalta que a decisão de produzir o combustível se dá também por conta dos avanços da regulamentação do setor no Brasil, que agora contam com uma série de normas mais claras e que permitem a expansão do mercado. “Com essa ação, damos um importante passo estratégico, porque passamos a atuar em um setor complementar aos nossos negócios, ampliando nossa participação na Cadeia da Soja, onde atuamos na exportação do grão, farelo e óleo, no esmagamento de soja, bem como no refino de óleo e na produção de margarina, maionese e gorduras vegetais”, diz Parente.

Para concretizar a produção, a Bunge procurou firmar parceria com a Agricultura Familiar, pois parte da soja utilizada na produção do biodiesel virá desses produtores. Hoje, a companhia conta com cerca de 150 mil toneladas de oleaginosas de aproximadamente 10 mil agricultores familiares. Por trás do fornecimento desse volume estão 15 cooperativas agrícolas, localizadas na Região Sul e Centro-Oeste do País.

A nova fábrica será operada por 20 funcionários, além de envolver indiretamente o trabalho de mais 60 pessoas, desconsiderando os empregos gerados no campo. A unidade de Nova Mutum já possui uma área de 70 hectares destinada à reserva ambiental, a exemplo de outras áreas similares que a empresa mantém em Santa Catarina e São Paulo.

COMMENTS