Vai mesmo ter Copa no Brasil?

Pergunta se espalha pelo País diante de cenário de inércia em diversos projetos de infraestrutura para os grandes eventos esportivos mundiais que se avizinham

Quadrilha invade TECA de Cumbica (SP) e rouba carga avaliada em R$ 1,8 milhão
VarigLog leiloa concessões e ativos para quitação de dívidas
Terminal de cargas terá inauguração oficial

Será mesmo que o Brasil vai conseguir sediar a Copa do Mundo Fifa 2014 e, dois anos depois, receber os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro? Os sinais de despreparo de nosso País diante das necessidades que tais eventos mundiais esportivos são um alerta muito contundente a respeito de um caos anunciado que pode acontecer durante esses jogos no Brasil.

Nesta semana, o programa A Liga, da TV Bandeirantes, mostrou a situação do transporte metropolitano de passageiros no Rio de Janeiro, sede das Olimpíadas de 2016. Em meio ao turbulento trânsito da cidade, em suas vias expressas sem alternativas e sem rotas de escape, ao escasso e ineficaz sistema de ônibus urbanos e o ainda pior sistema de trens, o Rio agoniza como uma cidade que precisa imediatamente de urgentes e pesados investimentos.

O problema se repete em São Paulo, campeã dos congestionamentos no País, e em todas as demais capitais que receberão jogos do mundial de futebol. Como o Brasil será o centro das atenções da imprensa mundial, receberá milhares de visitantes e terá a responsabilidade de cuidar do deslocamento, segurança e organização de tantos visitantes, se ainda a movimentação para o preparo dos eventos é insipiente?

Os aeroportos brasileiros, com os recentes apagões aéreos, não estão nem perto de estarem preparados. Nesta semana, em São Paulo, a Infraero inaugurou um terminal às pressas no aeroporto de Cumbica, para receber mais 1 milhão de passageiros por ano. Há quem dia que a obra não passa de um “puxadinho”, uma medida paliativa que não resolve o problema.

Nem os estádios estão com seu cronograma de construção ou reforma em dia. Está tudo atrasado. No Brasil, atraso é comum. O atraso da burocracia e da corrupção, que corroem nossa competitividade, o atraso da violência e do assustador número de mortes no trânsito, o atraso dos gargalos para o transporte e a logística.

A imprensa e a sociedade estão de olho.

É, Brasil… Será que vai mesmo ter Copa e Olimpíadas por aqui. Até quem tem fé em você, duvida.

COMMENTS