Porto de Antuérpia (Bélgica) dá desconto na taxa de tonelagem para navios que poluem menos

Medida faz parte do plano de redução de emissão de poluentes de uma série de autoridades portuárias europeias

Volvo tem fábrica própria de baterias para caminhões na Europa
DHL transporta girafa da Bélgica até Israel
Grupo Jost compra Iveco

A partir de 1º de julho, os navios que fazem escala no Porto de Antuérpia (Bélgica) e que mais respeitarem o meio ambiente ganharão um desconto de 10% na taxa de tonelagem.

A iniciativa faz parte do plano de redução de emissão de poluentes da IAPH (International Association of Ports and Harbours), onde as autoridades dos portos de Le Havre, Bremen, Hamburgo, Roterdã, Amsterdã e Antuérpia introduziram o ESI (Environmental Ship Index). As companhias podem registrar seus navios neste índice no site http://www.environmentalshipindex.org.

De acordo com os dados fornecidos, como os de consumo de combustível e de emissões, cada navio recebe uma pontuação de zero a 100, que vai do mais alto poluidor ao isento de poluição. Até agora mais de 250 navios receberam pontuação. Os próprios portos decidem as vantagens a serem oferecidas aos navios participantes.

No caso de Antuérpia, que acabou de adotar a iniciativa, as embarcações marítimas com uma pontuação de 31 ou mais recebem um desconto de 10% na taxa de tonelagem. Este desconto é garantido pela autoridade portuária durante pelo menos três anos, oferecendo continuidade para as empresas de navegação que investem na melhoria da pontuação ESI de seus navios.

Já quando menos de 25 embarcações marítimas qualificam para o desconto, a autoridade portuária recompensa as 25 embarcações com a pontuação ESI mais alta. Esta medida é válida até o final de 2011. A cada três meses são escolhidos os navios que qualificam para um desconto de acordo com a atualização do ESI.

A autoridade portuária então disponibiliza o desconto retroativamente para o trimestre anterior, ou seja, o ESI para embarcações marítimas que fazem escala em Antuérpia durante o período de 1º de abril até 30 de junho é determinado em 1º de julho.

COMMENTS