Braspress instala estações subterrâneas de tratamento de águas pluviais

Transportadora investe R$ 525 mil em sistema de sustentabilidade ambiental para reaproveitamento de água da chuva

Iveco sai na frente e apresenta primeiro veículo Euro 6 do mercado brasileiro
Fenatran 2009: Sascar apresenta tecnologia de prevenção de acidentes e perda de cargas
VW lança um Delivery 4×4 nervoso e equipado

A transportadora Braspress lançou em seus terminais nas cidades de Curitiba, Goiânia, Sorocaba e Rio de Janeiro, estações de tratamento de água das chuvas. Com investimentos de R$ 525 mil, a água tratada será destinada para lavagem dos caminhões da empresa e, de acordo com os índices pluviométricos das regiões, essa iniciativa sustentável vai propiciar o aproveitamento de 69 milhões de litros de água por ano.

A água que vem da chuva, apesar de ser naturalmente limpa, traz consigo as sujeiras do ambiente em que ela passa. Por isso a companhia adotou o sistema de tratamento Sergam, que se utiliza do PLUV-CLEAN-IC – Sistema Automático de Micro Filtragem e Desinfecção da Água Pluvial.

O sistema armazena a água em uma estação subterrânea e depois realiza a Micro Filtragem e a Desinfecção por meio do produto Micro Bactericida, altamente especializado em desinfecção, controle de odor, remoção de substâncias prejudiciais, diminuição do Ph (índice de acidez), entre outras coisas.

‘’Após a captação, esses efluentes são tratados e desinfetados para serem utilizados na lavagem da frota de veículos e caminhões, bem como em irrigações de áreas verdes,  lavatórios e descargas de bacias sanitárias, limpeza de pátios e áreas de serviços. Assim, conseguimos contribuir com o meio ambiente, em especial com o uso da água’’, afirma o diretor-Presidente da Braspress, Urubatan Helou.

Além do aproveitamento da água para fins de limpeza na companhia, na filial do Rio de Janeiro, a mesma água será climatizada e aproveitada para fazer o controle de temperatura dentro das instalações da Braspress. O que, segundo o presidente, mostra o quanto a empresa está preocupada em aproveitar, da melhor forma possível, os recursos naturais.

Por Nayra Brighi – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS