Ibama concede à Petrobras licença de instalação do projeto Uruguá-Tambaú

Projeto está localizado a cerca de 165 km da costa do Rio de Janeiro

Portos pedem novas regras ambientais
Scania do Brasil inicia produção dos caminhões com Conama P7
Prefeitura de São Paulo pretende reembolsar taxa da inspeção veicular

A Petrobras recebeu do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) uma licença de instalação do navio-plataforma FPSO Cidade de Santos. Ele irá produzir petróleo e gás dos campos de Uruguá e Tambaú, e do gasoduto que irá ligar a unidade de produção à Plataforma de Mexilhão (PMXL-1), na Bacia de Santos.

Localizado a cerca de 165 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, o projeto Uruguá-Tambaú faz parte do Polo Uruguá, antigo bloco BS-500. A capacidade total de produção do FPSO Cidade  de Santos, que está sendo convertido na China, é de 10 milhões de m³ por dia de gás e 35 mil barris por dia de óleo e condensado.

O gás natural será escoado por um gasoduto de 174 quilômetros de extensão até a plataforma de Mexilhão e, então, para a Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato (UTDCA), em Caraguatatuba (SP). Já o petróleo, será armazenado nos tanques da plataforma e transportado por navios-tanque, chamados de navios aliviadores.

O projeto de Uruguá-Tambaú tem como previsão de início de suas operações o primeiro trimestre de 2010. A partir de 2012, serão interligados ao FPSO Cidade de Santos os poços dos campos de Pirapitanga e Carapiá, também localizados no Pólo Uruguá.

Por: Bruno Martins – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS