Sadia inaugura nova fábrica, em Pernambuco, mas pode vender outras para se capitalizar

A primeira unidade da Sadia no Nordeste, anunciada em outubro de 2007, está instalada na cidade de Vitória de Santo Antão, em Recife, e recebeu investimentos de R$ 300 milhões

Gafor entra para mercado de auto-adesivos
Retirada de subsídios beneficiará Mato Grosso
MRS vai movimentar o cimento da CSN

Na próxima segunda-feira, a Sadia vai inaugurar a já prevista fábrica de embutidos em Pernambuco. A primeira unidade da Sadia no Nordeste, anunciada em outubro de 2007, está instalada na cidade de Vitória de Santo Antão, em Recife, e recebeu investimentos de R$ 300 milhões. Apesar do início da operação desta unidade, especula-se que a companhia estuda a possibilidade de vender outras fábricas no Brasil, além da unidade na Rússia, segundo fontes do mercado.

A especulação foi levantada por conta da ociosidade do parque fabril da empresa e, portanto, da “folga” para cortar produção, sobretudo em fábricas mais antigas, menos eficientes. “A Sadia investiu muito em ampliação da capacidade produtiva apostando no crescimento da demanda, que agora não está mais acontecendo”, diz a fonte do mercado financeiro. Por outro lado, a situação de caixa da empresa está complicada com expectativa de no quarto trimestre de 2008 registrar prejuízo de R$ 2 bilhões, segundo estimativa da Brascan.

De acordo com dados da empresa, nos últimos dois anos a companhia investiu R$ 2,7 bilhões em novas unidades e na ampliação da capacidade produtiva, o maior valor dos últimos 64 anos. Desse total, R$ 1,6 bilhão ocorreu em 2008. Agora em 2009, a Sadia prevê aplicar mais R$ 500 milhões para continuar as obras já iniciadas em anos anteriores. A venda de ativos estratégicos seria apenas uma das maneiras buscadas hoje pela companhia para se capitalizar. As outras duas seriam a busca de um novo sócio e a venda de ativos não-operacionais.

COMMENTS