Divisão da Delphi vai a leilão

As ofertas poderão ser realizadas até o dia 8 de dezembro e o leilão está planejado para 11 de dezembro

Carteiras de leasing e CDC crescem 20,7%
Estado investe R$ 120 milhões em estradas
Cobrança de pedágio começa dia 29 no trecho paulista da Rodovia Régis Bittencourt

A Delphi, fabricante de autopeças que entrou com pedido de falência, recebeu aprovação judicial para que a sua divisão de escapamentos vá a leilão.

As ofertas poderão ser realizadas até o dia 8 de dezembro e o leilão está planejado para 11 de dezembro. Robert Drain, juiz de falências de Nova York, terá que aprovar a venda em uma audiência agendada para o dia 17 de dezembro.

Esta divisão, que fabrica conversores catalíticos que reduzem as emissões dos veículos, tem operações na Austrália, China, Índia, México, Polônia e África do Sul, empregando mais de 300 funcionários, segundo documentos do processo judicial na corte americana.

Ex-braço da General Motors, a Delphi sofre com dificuldades financeiras em razão de dividas trabalhistas com aposentadorias.

COMMENTS