Biagi será revendedor Iveco e espera ter caminhão a álcool

"Vamos investir R$ 100 milhões em dez lojas no interior paulista, onde já temos experiência com concessionárias Fiat, Peugeot e GM", disse Luiz Biagi

Feira apresenta em São Paulo inovações em logística no setor de hortifruti
Supremo decide que Detran do Rio não pode cobrar IPVA de carros dos Correios
Vôos domésticos vão crescer 3% em 2009

O empresário Luiz Biagi, acionista da SantelisaVale, o segundo maior grupo sucroalcooleiro do País, será concessionário Iveco no Brasil. “Vamos investir R$ 100 milhões em dez lojas no interior paulista, onde já temos experiência com concessionárias Fiat, Peugeot e GM”, disse Luiz Biagi a este jornal.

“A Iveco investe muito em tecnologia e vai lançar um caminhão movido a álcool, destinado às usinas sucroalcooleiras do País”, afirmou Biagi, para quem “o diesel é o calcanhar de Aquiles do setor de açúcar e álcool.” Segundo ele, não faz sentido você produzir um combustível e usar outro. “Com o novo caminhão, deixaremos de usar o diesel nas usinas, o que contribuirá para reduzir significativamente os custos do setor.”

Com o salto na produção de álcool, as usinas brasileiras vêm pleiteando há alguns anos à indústria automotiva caminhões movidos a álcool, principalmente para o transporte da cana dos canaviais às moendas, que representa mais de 20% do custo da matéria-prima. Só em cana-de-açúcar, as empresas sucroalcooleiras terão de transportar mais de 500 milhões de toneladas nesta safra, a uma distância média entre 25 e 50 quilômetros.

“Esperamos que as colheitadeiras Case, do Grupo Fiat, também tenham motores a álcool no futuro”, disse Biagi. Estima-se que o mercado cativo das usinas seja próximo de 100 mil motores movidos a álcool, incluindo os estacionários para a irrigação dos canaviais e movimentação de vinhaça.

O negócio de automóveis Fiat e caminhões Iveco de Biagi é administrado por meio da holding Cibrapar – Companhia Brasileira de Participações.

Ontem, em Hanover, na Alemanha, o presidente da Iveco para a América Latina, Marco Mazzu, disse que as primeiras concessionárias de Biagi serão inauguradas no primeiro semestre de 2009, em Araçatuba, Catanduva, Marília, Ourinhos, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, entre outras.

Mazzu disse ainda que a rede de concessionárias Iveco no Brasi, atualmente com 67 lojas, deverá crescer em 100 unidades até 2010.
O grupo Santelisa Vale Bioenergia S/A é resultado da fusão entre a Companhia Energética Santa Elisa, de Sertãozinho (SP), e a Companhia Açucareira Vale do Rosário, de Morro Agudo (SP). Controlada pela holding Santelisa Vale S/A (que tem como sócios as famílias Biagi, Junqueira, o banco Goldman Sachs, além de minoritários), a Santelisa Vale Bioenergia S/A tem 100% das usinas paulistas Santa Elisa, Vale do Rosário, MB e Jardest. Tem ainda 65% da Usina Continental, na região de Barretos (SP), 50% da Tropical Bioenergia, em Edéia (GO) e 72,6% da Crystalsev.
Fora-de-estrada
Confiante na estabilidade eco-
nomica do Brasil, o presidente da Iveco confirmou em Hannover que mantém estrategia de lançar dois veiculos ate o final do ano no País.. Em outubro a empresa apresentara o Trakker, um caminhao pesado fora-de-estrada para aplicacao nos setores agricola, de construção, industria de madeira e de celulose. O novo caminhao Trakker será construído na fabrica de Sete Lagoas(MG) e em Cordoba, na Argentina).
(Gazeta Mercantil/Caderno C – Pág. 4)(Edson Álvares da Costa)

COMMENTS