Novo VW Delivery Express+ faz 9 km por litro de diesel na cidade

Novo VW Delivery Express+ faz 9 km por litro de diesel na cidade

Testamos a nova geração do caminhão da Volkswagen que pode ser dirigido por motoristas com CNH categoria B

Implementos rodoviários atingem quase cem mil emplacamentos
DAF Caminhões celebra sete anos de Brasil
Indústria do plástico debate a importância da boa logística

Não é carro. Nem caminhão. Mas parece os dois. Estamos falando do novo Volkswagen Delivery Express+, a nova geração do modelo de entrada da família Delivery. Não é carro, obviamente, por se tratar de um veículo comercial com cerca de 1400 quilos de carga líquida. Mas se parece com um carro, porque tem suspensão dianteira independente, estilo de direção de carro e conforto interno a olhos vistos.

Não é caminhão, pois, no documento, por se tratar de um veículo comercial leve com Peso Bruto Total de 3,5 toneladas, ele é registrado como caminhonete. E pode ser dirigido por motoristas que sejam habilitados com a categoria B, além de pagar pedágio simples, como os automóveis de passeio, e não ter restrições de circulação nas grandes cidades.

O Delivery Express nasceu junto com a família Delivery em 2017 para ser uma opção para um mercado que, atualmente, cresce devido à demanda cada vez maior por pequenos negócios, entregas urbanas e transporte de encomendas expressas.

Em sua nova geração, o caminhão tem motorização diferente. Ele deixa de usar os motores Cummins para ser equipado com o novo motor FPT F1C de 3 litros e quatro cilindros, calibrado especialmente para este veículo, que desenvolve potência de até 156 cavalos e torque de até 360 Nm. A grande novidade deste motor é o sistema de emissões: utiliza EGR e SCR, pois já atende às normas de emissões Proconve P8 e Euro 6 e, assim, utiliza o Arla 32.

Este modelo vem equipado com tanque plástico de diesel com capacidade de 80 litros integrado ao tanque de Arla, com 16 litros. Segundo a Volkswagen Caminhões e Ônibus, este modelo do Delivery com motor novo pode entregar economia de até 5% de combustível em relação à versão anterior.

Teste pelas ruas de SP

Realizamos um teste esta semana com o veículo em um percurso que teve duração total de 1 hora e 37 minutos, em um percurso misto pela região Sul de São Paulo, com alguns trechos no ABC Paulista.

O percurso total foi de 40,6 quilômetros passando por vias movimentadas, como a avenida das Juntas Provisórias, região do Jabaquara e Rodovia dos Imigrantes. O consumo foi surpreendente: pouco mais de quatro litros de diesel no total, perfazendo uma média de 9,0 quilômetros rodados por litro de combustível. O caminhão estava carregado com sua capacidade máxima, com peso de balança. Tem muito carro de passeio que adoraria fazer esta média na cidade.

E a experiência de dirigir o VW Delivery Express+ é realmente agradável e tranquila. O arranque em primeira marcha com o veículo carregado é bastante suave e confiável. Você não precisa ter muita precisão no pé para dosar a aceleração. Ao sair, o Delivery já surpreende com um ronco diferente, o do seu coração novo. O câmbio é manual Eaton de seis marchas, com a sexta overdrive. O câmbio é bem preciso e bom de operar. As trocas são bem precisas, o encaixe é bem justo, talvez, por ser ainda um veículo praticamente zero quilômetro.

Overdrive

No trecho de estrada do teste, na Rodovia dos Imigrantes, o Delivery rapidamente desenvolve velocidade ao evoluir das trocas de marchas e, ao chegar na sexta marcha, na faixa dos 90 km/h, o giro vai caindo lentamente e a transmissão entra em modo overdrive, um confortável e econômico recurso para os trecho rodoviários, com o qual se mantém uma velocidade de cruzeiro adequada com o motor trabalhando a giros mais baixos e bebendo menos.

A experiência de direção é realmente muito parecida com a de um carro. Por vezes é fácil esquecer que estamos em um veículo de carga transportando o seu peso máximo de capacidade.

Como os engenheiros da VWCO mencionaram, a curva de torque plana do motor permite que andar pela cidade e rodas pelas estradas sejam tarefas prazerosas e tranquilas. Em aclives médios, por exemplo, não é necessário reduzir a marcha se estiver em terceira ou quarta. Com uma leve aceleração o caminhão entrega o torque necessário para subir o trecho.

E, por falar em aclives, o caminhão tem o sistema de auxílio de partida em rampa, uma grande ajuda para quem trabalha nos trechos urbanos fazendo entregas. O sensor do caminhão detecta a inclinação do terreno e aciona o sistema, que faz com que o freio segure o veículo por quatro segundos para uma arrancada suave e segura, sem risco de colisão com o veículo de trás.

Conforto a bordo

A cabine é enorme. Sobra espaço para o motorista e mais dois ajudantes, todos bem acomodados nos bancos com revestimento de couro ecológico, de fácil limpeza, e todos com cinto de três pontos disponível.

O banco do meio tem rebatimento para que se transforme em uma área de trabalho, para manuseio ou preenchimento de documentos, ou em uma pequena mesa para refeições rápidas, com direito a dois porta-copos.

A posição de direção é confortável e o banco do caminhão tem ajuste bastante amplo de profundidade e de altura. O mesmo acontece com o volante, que pode ser reposicionado para cima, para baixo, para frente e para trás.

O caminhão, segundo a fabricante, teve um longo caminho até chegar ao mercado. A Volkswagen realizou testes de mais de um milhão de quilômetros rodados com 15 protótipos para atestar sua durabilidade e funcionalidades.

De série, a nova geração do Delivery Express+ traz alguns equipamentos eletrônicos de segurança importantes, como o controle de estabilidade, freios ABS, sistema eletrônico de gerenciamento dos freios e controle de tração.

Por meio desses sistemas, os sensores eletrônicos do caminhão trabalham o tempo todo monitorando a trajetória, a velocidade e a aceleração do veículo para ativar automaticamente os freios das rodas e ajustar o torque do motor para manter sempre o atrito com a pista e o controle dos movimentos.

Pós-venda

A Volkswagen Caminhões e Ônibus oferece planos de manutenção para este modelo, assim como para todos os outros de seu portfólio de produtos, com opção para instalação do RIO Box e utilização dos features conectados da telemetria RIO. Além disso, o caminhão vem com uma etiqueta com um QR Code para fácil identificação do veículo nas concessionárias, o que agiliza o atendimento, e manual do proprietário em formato digital.

Para este modelo, a fabricante dá garantia total de um ano sem limite de quilometragem, de dois anos no trem de força, sem limite de quilometragem e de seis anos da cabine, contra corrosão perfurante. Para o lançamento, a VWCO oferece o novo Delivery Express+ com as três primeiras revisões com mão de obra gratuita.

Veredicto

Não é caminhão, mas é um bom veículo de trabalho, com acesso às áreas de restrições das grandes cidades, boa carga líquida e motor forte, que responde bem e não deixa na mão. Não é carro, mas tem características de carro de passeio que permitem que se passe horas dirigindo sem grandes impactos para o corpo e sem cansar muito.

O veredicto não poderia ser outro: positivo com louvor, já que o veículo entrega o que promete e se configura em uma ótima opção para os pequenos negócios e para quem precisa fazer muitas entregas nas áreas urbanas durante o dia. Uma pedida excelente.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

Clique aqui para assistir a vídeos sobre transporte todos os dias na TV Transporta Brasil

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS