Demanda no mercado aéreo doméstico já acumula 19 meses em queda

Redução em fevereiro foi de 5,3%, na comparação com o mesmo mês de 2016

Infraero inicia Programa de Eficiência Logística em Confins (MG)
TAP e a Gol iniciam operação de voos em code-share
Boeing 787 Dreamliner tem voos suspensos em três continentes após falhas

demanda-aviacao-domestica

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) apresentou um balanço no dia 21/3 e apontou que a demanda (em passageiros-quilômetros pagos transportados, RPK) no mercado doméstico já está 19 meses em queda.

Em fevereiro de 2017, a redução foi de 5,3%, na comparação com o mesmo mês de 2016. O índice acelerou em relação a janeiro de 2017, quando o decréscimo apresentado

Conforme a Anac, foram transportados no período analisado 6,6 milhões de passageiros pagos em voos dentro do Brasil, 6,9% menos que em fevereiro de 2016.

Já a oferta (em assentos-quilômetros ofertados, ASK), que reduz há 18 meses, retraiu 6,2% na mesma comparação.

Em fevereiro foram transportadas 30.644 toneladas de carga paga e correio, resultando em queda de 0,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

O mercado internacional expandiu 6,5%, enquanto a oferta cresceu 0,9%. No mês, foram transportados 662 mil passageiros pagos em voos internacionais por essas empresas. Os três indicadores alcançaram nível recorde para o mês na série histórica iniciada em 2000.

COMMENTS