Prefeitura de Porto Alegre (RS) intensifica aplicação de multas de trânsito na cidade

Fiscalização reforçada em trechos perigosos de rodovias federais vai até o fim de janeiro
EGR assume mais cinco praças de pedágio em rodovias do RS até o fim do ano
Trânsito em São Paulo está cada vez mais lento, afirma CET

radar

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) de Porto Alegre (RS) testa em fase final o novo sistema para punir motoristas que cometem irregularidades na cidade. Até o fim deste trimestre, as 113 câmeras de monitoramento do órgão de trânsito espalhadas pela cidade serão utilizadas para multar.

+ Pagamento do IPVA começa nesta semana; Veja calendário de vencimentos

Entre as infrações que poderão ser combatidas estão: furar um sinal vermelho, trafegar na contramão ou pelo acostamento, ultrapassar em local proibido, parar em um cruzamento ou não dar prioridade para o pedestre em uma faixa de segurança. Excesso de velocidade é uma das irregularidades que não poderão ser multadas pelas câmeras, já que exige um equipamento aferido pelo Inmetro e que seja capaz de mensurar a velocidade.

Sobre multar o motorista que passa no sinal vermelho durante a madrugada, Cappellari garantiu que a situação será relativizada. Caberá aos agentes de trânsito que monitoram as câmeras avaliarem se o veículo passou em velocidade compatível para garantir a segurança do trânsito.

+ Estrada que vai substituir a Rodovia Rio-Petrópolis receberá 400 milhões de reais para agilizar obras

“Se o motorista tiver cuidado, passar em velocidade reduzida e não colocar a vida dos outros em risco, ele não será multado”, disse. A legislação não prevê que a imagem seja, obrigatoriamente, anexada à multa enviada ao motorista. Porém, Cappellari afirma que a intenção é enviar o registro. Os detalhes sobre as vias que serão monitoradas por câmeras serão divulgados nas próximas semanas.

O uso de câmeras para multar é permitido por lei e já é adotado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-116, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Até o fim de fevereiro, Cappellari disse que irá relançar o edital para instalação de caetanos (radares em semáforos), já que o atual está sub júdice.

+ Saiba tudo do mundo do transporte e da logística. Curta nossa página no Facebook!

COMMENTS