Com 85% das obras concluídas, Aerovale solicitará autorização para voos internacionais

Projetado há 10 anos, aeroporto privado situado em Caçapava (SP) já foi aprovado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e poderá operar voos executivos

Infraero autoriza obras de ampliação do Aeroporto de Londrina (PR)
Primeiro aeroporto privado do Brasil será construído no extremo sul da cidade de São Paulo
Aeroporto do Guarujá (SP) tem previsão para ser inaugurado em 2016

aerovale-pista-aeroporto

O Aerovale, aeroporto privado situado em Caçapava (SP), vai pedir autorização para voos internacionais. A unidade está com 85% das obras concluídas, incluindo a pista de pouso e decolagem com 1.550 metros de extensão.

Para estruturar o pedido, o aeroporto precisará contar com a autorização federal e uma alfândega para que as aeronaves possam pousar direto ao chegar de outro país ou decolar para o exterior.

O Aerovale começou a ser projetado há 10 anos e hoje é fruto de um investimento de R$ 250 milhões. O aeródromo já foi aprovado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e poderá operar voos executivos.
Em fevereiro deste ano, recebeu autorização para a exploração comercial, como aeroporto público. A pista será cercada por hangares e um condomínio industrial/empresarial. Dos 305 lotes disponíveis, 125 já foram comercializados.

Vão se instalar no local do aeroporto empresas de manutenção de aeronaves, de táxi aéreo, hangares e outros. Os primeiros voos teste devem começar em breve.

COMMENTS